Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»“DR” é uma chatice!

“DR” é uma chatice!

As relações tomaram uma forma instável que parece colocar, a cada passo, a necessidade de repactuar e discutir. Quando, na verdade, a relação deveria ser para se divertirem e aproveitarem.

Pinterest Google+

A Ana chegou a casa e encontrou o marido sentado no sofá com os boxers que a mãe lhe ofereceu no Natal do ano passado. Estava despido até demais, com aquela velha barriga de avestruz a saltar da roupa íntima e o olhar… ah… o olhar, era de “hoje, tu não me escapas. Vou comer-te, vou comer-te…”

 

Ela achou a cena estranha, mesmo não sentido qualquer tipo de clima “caliente” ou “erótico” no ar. Então, deixou o marido pensar que estava a comandar a situação. Foi em direção ao quarto para tomar banho, trocar de roupa e pôr um perfume. De repente, é interrompida: “Amor, estás diferente comigo.” Ana é daquelas mulheres que odeia conversas banais, principalmente se for para discutir com quem divide a cama todos os dias. Discutir a relação é para fracos. Fitou o marido e disse: “Vai ver o jogo de futebol. Conversamos depois.”

 

A “DR” não é garantia de entendimento, mas uma banalização do diálogo. Qualquer “coisinha” desgasta o casal. Eu, particularmente, ODEIO. E quando será mesmo a hora da famosa DR? DR é a “discussão da relação”, aquela conversa que casados ou namorados costumam ter quando surge uma crise, real ou imaginária.

 

Ter uma “DR” é sinónimo de ter uma conversa longa, às vezes penosa, que pode terminar em lágrimas ou sexo e, geralmente, começa com a mulher a manifestar a sua inquietação com algum aspeto do comportamento masculino. Uma “DR” raramente envolve coisas práticas. Pode até começar por uma pergunta objetiva – “Porque não atendeste o meu telefonema ontem?” -, mas costuma mergulhar, rapidamente, no terreno selvagem das emoções, com resultados imprevisíveis.

 

As relações tomaram uma forma instável que parece colocar, a cada passo, a necessidade de repactuar e discutir. Sempre. Quando, na verdade, a relação deveria ser para se divertirem e aproveitarem. Sempre!

 

Encontra muitas dicas no meu canal do youtube e nas minhas redes sociais. É só seguir!

Artigo anterior

Menopausa, um terço da vida da mulher

Próximo artigo

A casa mais cara do mundo está à venda