Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»Dois em um: uma obra de arte para a vida

Dois em um: uma obra de arte para a vida

Pinterest Google+

Uma gravidez bem-sucedida é aquela que gera um bebé saudável e uma mãe feliz. É a mãe quem controla o crescimento do novo ser através do fornecimento de alimentos saudáveis e de oxigénio, e é a soma dos dois quem determina o tamanho da criança à nascença.

 

Havia um famoso nutricionista (Ronald Mc Cance) que dizia o seguinte: «O tamanho in útero depende do nível dos serviços que a mãe pode fornecer; Comida e Acomodação». Por isso, é importante que preste atenção ao seu corpo, pois ele terá de se adaptar a todo um novo processo de desenvolvimento feito a dois.

 

No útero, o feto desenvolve-se estimulado e regulado pelo cérebro da mãe e pelos seus mensageiros hormonais. A maioria dos sistemas do corpo humano desenvolve-se no feto antes do nascimento, pois o estímulo ambiental vem da mãe, isto é, além do genoma do próprio feto, toda a influência epigenética da mãe pode gerar desde logo mudanças no novo ser que cresce no seu útero.

 

Apenas o cérebro, o fígado e o sistema imunitário são concluídos após o nascimento com estímulos vindos do mundo para lá do útero, para moldarem a sua forma final, e até esses são influenciados pela amamentação.

 

A nutrição pode afetar o embrião através dos sinais hormonais causados à mãe e são estes sinais que irão gerar ao embrião a informação e a experiência que vão fazer dele um ser saudável. Uma alimentação equilibrada e variada molda todos os órgãos e os sistemas do bebé, porque não são os genes adquiridos à nascença que determinam a qualidade de vida do novo ser, mas sim a interatividade entre os genes e o ambiente durante o seu desenvolvimento.

 

Ao seguir pequenas regras, simples e básicas estará a contribuir para que mãe e filho iniciem um caminho para a qualidade de vida:

  1. Procure um especialista que se preocupe mais com os seus alimentos e menos com os seus suplementos.
  2. Pratique exercícios regularmente para melhorar a condição cardiovascular e a tonificação muscular, por exemplo, faça uma caminhada diária por 45 minutos.
  3. Consuma refeições nutritivas e equilibradas, abasteça-se diariamente de quantidades adequadas de ácido fólico, vitaminas B e C, cálcio, magnésio e ferro, (todos os legumes e verduras de folhagem verde, sumos, feijão e amendoim cru). Transforme o seu prato num arco-íris diário.
  4. Beba bastante água, ela mantém a hidratação do intestino e da pele e desta forma controla a eliminação de toxinas e gorduras nocivas ao corpo.
  5. Coma menos carne, ela contém hormonas, conservantes, toxinas, além de acumular metais pesados.
  6. Para substituir a proteína animal, faça-o por leite vegetal, queijo e ovos, mas em quantidades equilibradas.
  7. Evite alimentos aquecidos ou cozinhados no micro-ondas.
  8. Faça um exame dentário, mas evite raio X.
  9. Inscreva-se em aulas de pré-natal.
  10. Reavalie a sua história familiar sobre as doenças ocorridas durante a sua infância.
  11. Importante: Antes de iniciar as refeições, pare, acalme a sua mente, concentre-se num pensamento que a faça feliz e sinta que vai nutrir o seu corpo com o alimento, que irá também alimentar o seu bebé.
Artigo anterior

A moda e os novos tempos

Próximo artigo

O ambiente na ModaLisboa Together