Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Doca de Pedrouços acolhe o maior evento internacional de arte contemporânea de Lisboa

Doca de Pedrouços acolhe o maior evento internacional de arte contemporânea de Lisboa

A exposição ficará num local que vai ser objeto de reabilitação e requalificação, onde será instalado o OCEAN CAMPUS. A quinta edição da ARCOlisboa vai reunir cerca de 70 galerias nacionais e internacionais, cuja oferta artística expressará o panorama contemporâneo de Portugal em diálogo com propostas internacionais.

Pinterest Google+
PUB

O Porto de Lisboa recebe a ARCOlisboa entre os dias 16 e 19 de setembro. A Doca de Pedrouços, marcada pela magnífica arquitetura industrial onde se instalou durante muito tempo a Docapesca, irá acolher o maior evento internacional de arte contemporânea da cidade.

 

A escolha deste espaço partiu de uma parceria estabelecida entre a ARCO e a Administração do Porto de Lisboa. Uma decisão da coorganização, da qual fazem parte a Câmara Municipal de Lisboa, a IFEMA e o Comité Organizador da feira, com o objetivo de promover o encontro de galerias, colecionadores e profissionais internacionais.

 

A exposição ficará num local que vai ser objeto de reabilitação e requalificação, onde será instalado o OCEAN CAMPUS, projeto que o porto de Lisboa ambiciona reunir no mesmo espaço e de forma inovadora, diferentes stakeholders da economia azul, proporcionando a instalação de uma rede de unidades de investigação, ensino e desenvolvimento tecnológico.

 

A escolha do local para a realização da ARCO assume uma importância estratégica, desde a primeira edição da feira, tendo a organização optado por estruturas com características únicas em alternativa aos centros de exposição geralmente utilizados para o efeito.

 

A quinta edição da ARCOlisboa vai reunir cerca de 70 galerias nacionais e internacionais, cuja oferta artística expressará o panorama contemporâneo de Portugal em diálogo com propostas internacionais. O Programa Geral do evento será constituído pelas galerias selecionadas pelo comité organizador, havendo ainda programas comissariados.

 

A ARCOlisboa conta ainda com o apoio do Ministério da Cultura, EGEAC, Fundação EDP, Fundação Millennium e novos sponsors como a Fundação ALTICE e, entre outros, a MEXTO – Property Investment.

 

Artigo anterior

Prepare um almoço vegano: esparguete de curgete com molho de abacate

Próximo artigo

A criatividade no design: será magia ou inspiração divina?