Home»S-Vida»Do peixe-aranha aos lacraus: as recomendações do INEM para evitar intoxicações na praia e no campo

Do peixe-aranha aos lacraus: as recomendações do INEM para evitar intoxicações na praia e no campo

Na altura em que aumentam as idas à praia e ao campo para desfrutar de momentos de lazer, aumenta também o risco de exposição a elementos que podem causar possíveis intoxicações. Para uma melhor prevenção, o Instituto Nacional de Emergência Médica propõe um conjunto de recomendações a seguir.

Pinterest Google+
PUB

Alguns conselhos para evitar intoxicações na praia:

– Se souber da existência de peixe-aranha, use sandálias. Para aliviar a dor provocada pela picada dos peixes-aranha deve recorrer-se ao calor, por imersão do membro afetado em água quente;

 

– Evite tomar banho em locais com alforrecas. Nestes casos, deverá efetuar uma boa limpeza da zona afetada, lavando com água corrente;

 

– Não apanhe mariscos em áreas poluídas. O seu consumo pode representar um sério risco para a sua saúde.

 

VEJA TAMBÉM: DERMATOLOGISTA EXPLICA COMO EVITAR AS PICADAS DE INSETOS

 

Alguns conselhos para evitar intoxicações no campo:

– Evite andar descalço e com sandálias, usando preferencialmente sapatos fechados;

 

– Os lacraus e as víboras têm uma picada venenosa. Evite o contato com este tipo de animais;

 

– Não se aproxime das colmeias;

– Não coma bagas ou sementes de plantas desconhecidas;

 

– Não apanhe nem coma cogumelos se não os distingue com toda a segurança;

 

– Use os pesticidas cumprindo todas as regras de preparação e aplicação e respeite os intervalos de segurança;

 

– Não deixe abandonadas embalagens de pesticida destapadas, vazias ou vasilhas com resto de caldas.

 

 

Artigo anterior

Conferência de alto nível debate estado global dos direitos humanos

Próximo artigo

Para cada rosto, um corte de cabelo!