Home»BEM-ESTAR»CORPO»Distúrbio celular causa tensão pré-menstrual

Distúrbio celular causa tensão pré-menstrual

A tensão pré-menstrual é apenas 56% hereditária. Esta é a primeira evidencia celular de sinalização anormal em células derivadas de mulheres com distúrbio disfórico pré-menstrual e uma causa biológica plausível para a sua sensibilidade comportamental.

Pinterest Google+
PUB

A suscetibilidade de uma mulher nos dias que antecedem o período menstrual deve-se a um distúrbio de resposta celular ao estrogénio e à progesterona, de acordo com informação divulgada pelo Instituto Nacional de Saúde dos EUA.

 

A irritabilidade, a tristeza e a ansiedade são sintomas comuns numa fase pré-menstruação. Esse distúrbio disfórico pré-menstrual afeta 2 a 5 por cento das mulheres em idade reprodutiva, enquanto que a síndrome pré-menstrual menos grave é muito mais comum.

 

Veja também: Como diminuir a tensão pré-menstrual através da alimentação

 

«Este é um grande momento para a saúde para este sexo porque estabelece que as mulheres com distúrbio disfórico pré-menstrual têm uma diferença intrínseca no seu aparelho molecular para a resposta às hormonas sexuais – não apenas comportamentos emocionais que devem ser capazes de controlar voluntariamente», diz David Goldman, um dos investigadores, em comunicado.

 

Sabe-se que mulheres que regularmente experimentavam sintomas de transtorno de humor imediatamente antes de terem o período são anormalmente sensíveis às mudanças normais nas hormonas sexuais.

 

Veja também: Ter filhos depois dos 40

 

O estudo revelou que desativar experimentalmente o estrogénio e a progesterona elimina sintomas de distúrbio disfórico pré-menstrual, enquanto que a adição experimental de hormonas desencadea o ressurgimento dos sintomas. Confirmando, assim, que as mulheres têm uma sensibilidade biológica baseada no comportamento das hormonas que poderia refletir em diferenças moleculares detetáveis ​​nas suas células.

 

Os cientistas analisaram o controlo da expressão genética em linhas de células brancas de sangue cultivadas de mulheres com e sem distúrbio disfórico pré-menstrual. Estas células apresentam muitos dos mesmos genes expressos nas células do cérebro e fornecem uma ‘janela’ para as diferenças geneticamente influenciadas nas respostas moleculares às hormonas sexuais.

Veja também: Remédios naturais para mulheres

 

Mais de metade dos genes ESC / E (Z) estão expressos em células de pacientes com distúrbio disfórico pré-menstrual, em comparação com as células de controlo. Mas, paradoxalmente, a expressão proteica de quatro genes-chave foi diminuída em células de mulheres com distúrbio disfórico pré-menstrual. Além disso, a progesterona aumentou a expressão de vários destes genes nos controlos, enquanto que o estrogénio diminuiu a expressão em linhas celulares derivadas de pacientes com distúrbio disfórico pré-menstrual.

 

 

Artigo anterior

Instantes de moda na Semana de Moda de Nova Iorque

Próximo artigo

Passatempo Fragrâncias Alpha AVON