Home»FOTOS»Dino Parque atinge 200 mil visitantes previstos para o final do ano

Dino Parque atinge 200 mil visitantes previstos para o final do ano

São 120 modelos de dinossauros à escala real que permitem viajar milhões de anos no tempo a partir da Lourinhã. Aberto desde fevereiro, tem atraído a atenção de miúdos e graúdos e já atingiu o total dos visitantes esperados para 2018. As estrelas? São os anfitriões da casa: o Lourinhanosauros e o Lourinhasauros.

Pinterest Google+

O Dino Parque – Parque dos Dinossauros da Lourinhã, inaugurado a 8 de fevereiro passado, assinala hoje as 200.000 entradas, cumprindo o objetivo estabelecido para o primeiro ano após apenas seis meses da abertura. O período de férias, as parcerias estabelecidas ao longo destes meses, com destaque para o Rock & Rio e Pingo Doce, a curiosidade pelo mundo jurássico e a agenda de atividades desenvolvidas contribuíram em larga escala para o aumento das visitas e, em menos de meio ano, metade do tempo estipulado, o Dino Parque conseguiu atingir os 200.000 mil visitantes.

 

Recorde-se que, em maio, o parque havia atingindo os 100 mil visitantes segundo revelou na altura o diretor do Dino Parque, Luis Rocha, à MOOD.  Sobre esta marca, o responsável revela: «É impossível não demonstrarmos o orgulho e felicidade que sentimos. Sabíamos que, certamente, o Dino Parque seria um projeto de sucesso, que iria cativar e chamar a atenção de muitos curiosos e apaixonados pelo universo dos dinossauros. No entanto, conseguirmos cumprir o objetivo previamente estabelecido de 200.000 visitantes para o primeiro ano, em apenas seis meses, é algo que nos deixa bastante satisfeitos e motivados em querer fazer sempre mais e melhor para surpreender os nossos clientes».

 

O Parque dos Dinossauros da Lourinhã é o maior museu ao ar livre do nosso país e um dos maiores parques temáticos de dinossauros da Europa. Com 120 modelos de dinossauros à escala real, proporciona uma verdadeira viagem de milhões de anos através de quatro percursos distintos: Devoniano, Triássico, Jurássico e Cretáceo. O Parque conta ainda com um núcleo museológico onde se podem conhecer os achados de dinossauros provenientes da região e um laboratório os visitantes podem observar a preparação de fósseis. Veja imagens na galeria acima e o vídeo abaixo.


 

A Lourinhã quer afirmar-se cada vez mais como capital dos dinossauros. Esta vila localizada a 60 km acima de Lisboa dá nome a dois gigantes do passado: o Lourinhanosaurus e o Lourinhasaurus. O Lourinhasaurus é o maior modelo do Dino Parque, com 23 metros de comprimento e cinco toneladas. Este dinossauro habitava a Península no Jurássico Superior, há cerca de 150 milhões de anos. Tem aspeto de um saurópode típico: pescoço e cauda comprida, cabeça pequena e quatro patas robustas.

 

O Lourinhanosaurus é um dos carnívoros mais completos de Portugal e a imagem de marca da Lourinhã. É o dinossauro a que estão associados o ninho de ovos de Paimogo, que contém vestígios de embriões, extremamente raros no mundo considerando que estamos a falar do Jurássico Superior com 150 milhões de anos. Os ovos e o Lourinhanosaurus catapultaram a Lourinhã para o reconhecimento científico mundial e apelidaram-na de Capital dos Dinossauros. Os originais destes fósseis poderão ser também vistos na área museológica do Dino Parque – Parque dos Dinossauros, assim como outros fósseis únicos no mundo. O parque veio assim contribuir para afirmar a Lourinhã e Portugal no campo da paleontologia a nível mundial.

 

 

Artigo anterior

Dez petiscos portugueses: adivinha qual é o menos calórico?

Próximo artigo

Ter demasiadas coisas leva à procrastinação