Home»BEM-ESTAR»COMPORTAMENTO»Dica para reduzir o stress

Dica para reduzir o stress

Desacelerar os pensamentos desordenados, que nos consomem diariamente, é o principal objetivo do mindfulness, que pode ser praticado a qualquer momento.

Pinterest Google+
PUB

Talvez já tenha acontecido consigo ter alguns blackouts na memória e esquecer-se de cenas e situações recentes, como o que foi discutido em alguma reunião, ou ter que voltar para reler algumas páginas do livro que está a ler, ou “desligar-se” a meio de uma conversa com a família ou os amigos. Na correria do dia a dia, por vezes, é necessário descansarmos a mente para podermos reorganizar as ideias e reconectarmos com o nosso EU.

 

Talvez já tenha ouvido falar na prática do mindfulness, que pode ser feita em qualquer lugar sem precisar de mantras, posição de lótus e todos os artefatos que logo nos vêm à mente quando pensamos em práticas semelhantes. Apenas alguns instantes por dia de mindfulness já são suficientes para melhorarmos nossa atenção e nos focarmos no aqui e no agora.

 

Mindfulness é um tipo de meditação que ajuda a nos reconectarmos com o momento presente, conscientes de onde estamos e do que estamos a fazer, conectados com os nossos pensamentos e sentimentos. É termos consciência de nós mesmos e do nosso momento atual.

 

VEJA TAMBÉM: VASCO GASPAR: «CULTIVANDO UMA MENTE MAIS CENTRADA, COM O MINDFULNESS, TUDO À MINHA VOLTA MUDOU»

 

Desacelerar os pensamentos desordenados que nos consomem diariamente é o principal objetivo do mindfulness, que pode ser praticado a qualquer momento. Esta prática melhora o foco, a criatividade, diminui o stress, aumenta a concentração e a autoconsciência.

 

A prática informal de mindfulness pode ser realizada quando estiver a fazer diferentes atividades: no banho, a caminhar, a escovar os dentes, a lavar a loiça, a comer, a tomar um café etc. Comece concentrando-se na sua respiração por alguns segundos. Perceba os movimentos e sensações do seu corpo ao inspirar e ao expirar. Então preste atenção àquilo que está a fazer neste exato momento, em cada movimento, cheiro, som. Deixe todos os seus sentidos aflorarem e perceba-se a si própria.

 

Eu costumo praticar quando estou a fazer stand up paddle (remar em pé sobre uma prancha). Desde o momento em que entro no mar, percebo a temperatura da água, a força das ondas, a brisa do ar. Subo na prancha, pego no remo, respiro fundo sentindo o ar à minha volta e o balanço do mar sob os meus pés. A cada remada, observo os movimentos do meu corpo, dos meus músculos, inspiro e expiro. Vejo os pássaros, algumas tartarugas curiosas (estou no Brasil), as árvores a abanarem com o vento. Quando percebo que algum pensamento toma lugar, volto para o aqui e o agora e retomo a prática de forma consciente.

 

Pode parecer simples, mas os resultados podem ser surpreendentes… e pode começar aí mesmo, onde está a ler este artigo!

Artigo anterior

Gucci Bloom: A primeira fragrância de Alessandro Michele

Próximo artigo

Morte por doenças respiratórias aumenta 24% em 10 anos