Home»FOTOS»Saiba como se manifesta a desidratação e como a pode combater

Saiba como se manifesta a desidratação e como a pode combater

Quando falamos de água é difícil não a associar imediatamente à vida, não só porque grande parte do nosso planeta é constituído por ela, mas também porque nós, seres humanos, somos constituídos maioritariamente por água. Mas mais do que fazer parte da nossa existência, a água é uma fonte de saúde que deve estar sempre presente na nossa alimentação. A propósito do Dia Mundial da Água, assinalado a 22 de março, falámos com a nutricionista Cátia Patrício, que nos explica a importância da hidratação.

Pinterest Google+

Segundo a Organização Mundial de Saúde, com a temperatura amena, as mulheres sedentárias devem ingerir cerca de 2.2 litros de água por dia. Já os homens nas mesmas condições devem infgeiro 2.9 L/dia. No entanto, estes valores nem sempre são certos, «podem variar dependendo do peso corporal, do nível de exercício físico e da temperatura do ambiente, é importante ter em atenção que apesar destes valores de referência, cada caso é um caso», explica a nutricionista Cátia Patrício.

 

«A hidratação pode ser feita a partir não só da água mas também dos alimentos. Por isso é que por vezes sentimos fome, muitas das vezes este sentimento é sede e este é um fator que deve ser tido em conta. Por outro lado, se não bebemos muita água e não temos sinais de sede, pode significar que conseguimos suprimir as necessidades com a alimentação e alguns líquidos ingeridos», diz Cátia Patrício.

 

No entanto, se não consumimos os alimentos necessários ou a quantidade de água indicada, existem alguns sinais que podem advir da falta de hidratação. A nutricionista enumera: «Sensação de sede, escassez e escurecimento da urina, cansaço mental e corporal, vertigens e tonturas, sensação de aumento da temperatura corporal, dores de cabeça, náuseas ou vómitos, cãibras musculares e ainda alterações visuais e auditivas».

 

VEJA TAMBÉM: A ÁGUA FRIA REAFIRMA A PELE? CONHEÇA ALGUNS MITOS SOBRE O BANHO

 

Outra das manifestações da falta de hidratação pode ser o aumento de peso: «Muitas vezes ouvimos dizer que beber água é muito importante para quem quer perder peso, e na verdade tem um papel importante. De facto, o papel da água relativamente à perda de peso não é nada menos do que aumentar o metabolismo, o que por consequência pode aumentar até 30% do gasto calórico total».

 

Desta forma, a hidratação tem uma função essencial na perda de peso, já que não só o consumo de água aumenta o gasto energético, como aumenta também o gasto calórico, o que pode proporcionar o emagrecimento.

 

Com todas estas implicações, é urgente saber como contornar estes sintomas. Cátia Patrício explica que «a melhor forma de combater a desidratação passa por um processo de hidratação com a maior brevidade possível. Este processo pode ser feito a partir do consumo de água, chás sem açúcar ou com alimentos com elevado teor de água como por exemplo frutas, vegetais, sopas, sumos naturais de fruta, batidos, entre variadíssimas opções».

 

VEJA TAMBÉM: NÃO BEBO ÁGUA. E AGORA?

 

Numa altura em que as temperaturas são mais baixas, pode ser mais difícil manter o seu corpo hidratado, pelo que há estratégias que podem ser usadas. Nos dias mais frios opte por fazer infusões quentes sem açúcar ou consumir sopas às refeições. «Beber leite, bebidas vegetais, consumir frutas e legumes ricos em água vai também assegurar a hidratação», completa a nutricionista.

 

Nos tempos que vivemos, em que é imperativo manter o nosso corpo saudável e a funcionar, não podemos descurar de forma alguma o consumo de água. Os resultados irão manifestar-se não só na sua energia como também na sua pele e em todo o seu organismo.

 

Se têm dificuldade em cumprir estas recomendações, veja algumas dicas que podem facilitar, na galeria no início do artigo.

Artigo anterior

Como manter a chama acesa à distância

Próximo artigo

Dieta baixa em hidratos de carbono pode afetar flora intestinal