Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Dia Internacional das Viúvas: 10% das 258 milhões de viúvas no mundo sem meios de subsistência

Dia Internacional das Viúvas: 10% das 258 milhões de viúvas no mundo sem meios de subsistência

Organização das Nações Unidas alerta que a pandemia de COVID-19 agravou situações de uma população frágil, sobretudo nos países em vias de desenvolvimento.

Pinterest Google+

Cerca de 10% das viúvas que existem no mundo não têm meios suficientes de subsistência, alerta a Organização das Nações Unidas (ONU) naquele que é o Dia Internacional das Viúvas, assinalado a 23 de junho.

 

Segundo dados da ONU, no mundo existem cerca de 258 milhões de mulheres em condição de viuvez, que viram as suas condições de vida agravadas decorrentes das dificuldades impostas pela pandemia de COVID-19.

 

VEJA TAMBÉM: NO VERÃO DORMIMOS MENOS E PIOR. DICAS DA SPP PARA CONTORNAR ESTE FENÓMENO

 

Em muitos países, as viúvas não têm direito à herança. Muitas perdem o acesso ao próprio lar ou enfrentam estigmas e preconceitos. Dezenas de milhares perderam os seus cônjuges num momento em que já estavam confinadas socialmente e sem acesso a meios de subsistência, sendo que muitas não têm condições de pedir pensões, alerta a ONU.

 

Neste Dia Internacional das Viúvas, a ONU chama a atenção para a falta de inclusão das viúvas em políticas que têm poder de decisão sobre a sua sobrevivência, pois em muitos países são negligenciadas e esquecidas.

 

A data de 23 de junho foi escolhida pelas Nações Unidas e é assinalada 2011, quando a Assembleia Geral aprovou a resolução 65/189 para chamar a atenção para a situação destas mulheres e angariar o apoio necessário para que continuem a vida condignamente.

 

 

Artigo anterior

Hidratar e nutrir: os alimentos que deve comer durante o verão

Próximo artigo

Gaspacho alentejano para os dias quentes de verão