Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»DGS lança manual com receitas à base de conservas de pescado

DGS lança manual com receitas à base de conservas de pescado

Receitas com lata – Alimentação Saudável à base de Conservas de Pescado é o primeiro manual produzido no âmbito da Estratégia Integrada para a Promoção da Alimentação Saudável. Almondegas de atum e tomatada, wrap de bacalhau e empadão de cavala são algumas das receitas divulgadas.

Pinterest Google+

A Direção-Geral da Saúde (DGS), através do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS), lança hoje o manual Receitas com lata – Alimentação Saudável à base de Conservas de Pescado que apresenta os vários tipos de conserva de pescado e a sua história, o seu valor nutricional e, acima de tudo, diversos processos para transformar uma simples conserva de pescado numa refeição ou snack, rápidos de fazer, com elevada qualidade nutricional e excelente sabor.
 
Em comunicado, a DGS informa que este é o primeiro manual produzido no âmbito da Estratégia Integrada para a Promoção da Alimentação Saudável (EIPAS), que resulta das reflexões de um grupo de trabalho que agrega os ministérios das Finanças, Administração Interna, Educação, Saúde, Economia, Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, e Mar.

 

VEJA TAMBÉM: REDUZA AS TOXINAS NA ALIMENTAÇÃO: DA ESCOLHA DOS ALIMENTOS À SUA PREPARAÇÃO

«As conservas de pescado, pelo seu valor nutricional, em particular associado ao seu teor em proteína de elevada qualidade, ácidos gordos da série ómega 3 e diversas vitaminas e minerais e, pela sua facilidade de utilização e baixo custo, podem ser um alimento de grande interesse para promover o consumo de pescado na população portuguesa», revela em comunicado.
 
Neste manual, são ainda apresentados os valores nutricionais de conservas de pescado disponíveis em Portugal, naquele que é «um trabalho de pesquisa inédito, com informação recolhida propositadamente para este manual, que permite ao leitor ter uma ideia fiel de algumas características nutricionais destes alimentos à venda em Portugal».

 

VEJA TAMBÉM: MANTENHA A ENERGIA: ALIMENTOS MAIS RICOS EM POTÁSSIO DO QUE A BANANA

 

A DGS informa ainda que «felizmente, já existem conservas de pescado à venda em Portugal à data desta recolha, que apresentavam valores de sal não muito elevados e, em muitos casos, gordura de grande valor nutricional. Uma vez que as conservas de pescado existentes no mercado são frequentemente de peixe gordo (por exemplo: sardinha, cavala, atum), estes produtos poderão ser, muito provavelmente, fonte de ácidos gordos da série ómega 3 com reconhecido efeito protetor na saúde cardiovascular».
 
O manual, elaborado com pela equipa de nutricionistas do PNPAS, dos investigadores e da Direção do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e também com a ajuda do conceituado chef Fábio Bernardino e sua equipa, pode ser consultado em nutrimento.pt.

Artigo anterior

Jantar de luxo dá oportunidade única de provar 14 vinhos do século XIX

Próximo artigo

O sol aparece e as gordurinhas não desaparecem