Home»ATUALIDADE»EDITORIAL»Determinação, o melhor amigo da dieta

Determinação, o melhor amigo da dieta

Da próxima vez que estiver prestes a dar uma dentada num bolo de chocolate na casa da sua mãe (porque na sua não entram doces), seja rígido e mesmo fundamentalista na execução da sua dieta.

Pinterest Google+

Todos sabemos como é difícil resistir aos alimentos e bebidas de que mais gostamos. E é um facto que, para a esmagadora maioria das pessoas, os alimentos mais apetecíveis são precisamente os menos recomendáveis, como o pão branco, o queijo gordo, as batatas fritas, massa nas suas múltiplas confeções, bolos, chocolates, etc..

 

Daí ser necessário trabalhar primeiro a determinação antes de se iniciar uma dieta. Caso contrário, estará sempre a romper o regime e irá cansar-se um dia de tentar, tentar, e não conseguir perder os quilos a mais. Talvez porque foi cometendo uns pecados aqui e ali, como se não contassem. Tudo pesa na balança.

 

É preciso resistir tanto no momento como depois ao longo do tempo. Uma dieta para resultar não se faz em três dias. São semanas de sacrifícios. E depois é manter uma alimentação equilibrada para a vida, para não voltar ao mesmo. Por isso, o melhor é trabalhar primeiro a mente, consciencializar-se e ser rígido no cumprimento dos objetivos. E tirar real proveito da alimentação saudável. Aprender a gostar de fruta, legumes, cereais integrais. Hoje em dia, a culinária está de tal forma criativa que os pratos confecionados com alimentos saudáveis são muito saborosos.

 

Da próxima vez que estiver prestes a dar uma dentada num bolo de chocolate na casa da sua mãe (porque na sua não entram doces), seja rígido e mesmo fundamentalista na execução da sua dieta.

 

E falo por experiência própria. Andei meses a querer perder aqueles 3 ou 4 kg a mais, que se acumularam não sei como (ou sei). E até fazia uma alimentação saudável… com alguns pecados aqui e ali. Só os consegui de facto perder, quando levei o objetivo mesmo a sério. E nem uma dentadinha num bolo eu dei quando resolvi perder estes quilos. Sei que não eram muitos, mas determinação é determinação. Levei isto mesmo a sério.

 

Depois de se atingir o objetivo, já se pode de vez em quando cometer uns excessos. Mas com conta, peso e medida, claro. E se quiser manter o peso, há que ser racional na alimentação. Não há milagres.

 

É que pequenos pecados estão em todo o lado e aparecem a toda hora. Está nas suas mãos levar o objetivo avante. Força!

 

Artigo anterior

Com fins de semana prolongados à porta... descubra paraísos escondidos na Europa

Próximo artigo

Cena de uma violação