Home»VIDA»CARREIRA»Desmotivação profissional atinge 87% da população

Desmotivação profissional atinge 87% da população

Colaboradores desinteressados apresentam baixos níveis de desempenho e produtividade segundo um estudo desenvolvido pela Engage & Grow, líder mundial de treino de motivação e equipas.

Pinterest Google+

87 por cento dos colaboradores sentem-se desmotivados no local de trabalho. Esta é a principal conclusão de um estudo desenvolvido pela Engage & Grow, líder mundial de treino de motivação de equipas.

 

Refira-se que, deste valor, 67 por cento dos colaboradores revela que não se sente alinhado com a empresa e só realiza as tarefas mínimas. Os restantes 20 por cento enquadra-se mesmo na categoria “altamente desmotivado”, valores que representam um elevado risco para o negócio, tendo em conta que empresas com colaboradores desinteressados apresentam baixos níveis de desempenho e produtividade.

 

Para António Ribeiro, master coach da Engage & Grow em Portugal, os números são preocupantes, já que «uma equipa pouco motivada não traz nada de bom para o negócio». O especialista revela, por isso, que é necessário «investir, acima de tudo, nas pessoas, pois são elas o segredo do sucesso».

 

VEJA TAMBEM: APAIXONE-SE PELO SEU TRABALHO

 

É neste sentido que a empresa traz agora para Portugal um programa internacional, que visa potenciar o aumento da produtividade dos colaboradores. O sistema está direcionado para equipas de alto rendimento, PME, grandes empresas, organismos oficiais e entidades desportivas.

 

O programa implementa uma abordagem de grupo – focada num programa de 12 passos, realizados durante 12 semanas – que promove o envolvimento e o compromisso de equipa. O sistema, segundo a empresa, garante um aumento superior a 300 por cento da produtividade dos colaboradores. Para retomar as rédeas da sua progressão profissional, veja, na galeria acima, alguns erros de carreira que não convém cometer.

Artigo anterior

Passatempo AVON EVE DUET

Próximo artigo

Previsões astrológicas para o mês de janeiro de 2018