Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Desenhar e colorir mandalas: uma das fórmulas para ser feliz

Desenhar e colorir mandalas: uma das fórmulas para ser feliz

Neste mundo de aceleração e stress constante, cada vez mais importa providenciar momentos de calma e relax, reequilibrando as emoções e a nossa energia.

Pinterest Google+

Uns fazem-no frequentando aulas de yoga ou Tai Chi, outros meditando, outros ainda recorrendo a massagens de relaxamento. Os métodos e processos são variados, sendo realmente importante caminhar no sentido de uma melhor qualidade de vida.

 

Atentos a esta problemática, cientistas da Universidade de Drexel efectuaram diversos estudos e chegaram à conclusão que 45 minutos de qualquer atividade criativa por dia reduz o stress, independentemente da atividade escolhida, da experiência artística e do talento de cada um.

 

VEJA TAMBÉM: SER FELIZ: REFORCE ESTES PEQUENOS HÁBITOS NO INVERNO

 

O estudo envolveu pessoas com idades compreendidas entre os 18 e os 59 anos e os resultados comprovaram que 75% dos participantes evidenciavam níveis de cortisol baixos, o que significa níveis de stress baixos. Vieram pois confirmar aquilo que há muito sabemos: que a arte cura e é uma excelente terapia.

 

Seja ela qual for, a arte é por si só uma atividade regeneradora. E a tal ponto é reconhecido o seu papel na recuperação e manutenção da nossa saúde física e mental que a medicina, a psicologia e as terapias alternativas a vêm utilizando com resultados evidentes.

 

VEJA TAMBÉM: QUER SER MAIS FELIZ? A CIÊNCIA AFIRMA QUE A FÓRMULA ESTÁ NO EXERCÍCIO FÍSICO

 

Já estou a ouvi-lo dizer “Não tenho jeito nenhum, não sou nada criativo, …”. Errado! Não tem de ser propriamente um artista de renome. Tem, sim, de abrandar o seu ritmo, escutar-se e dar hipótese de soltar a sua imaginação e criatividade. Todos somos criativos, em maior ou menor grau, mas o que realmente importa é permitir-se SER, relaxando e desligando-se da rotina, reencontrando o seu equilíbrio interior.

 

Nesse contexto, desenhar e colorir mandalas é, sem dúvida, uma excelente terapia. Elas atuam sobre os nossos hemisférios cerebrais, estabelecendo uma ligação com o nosso subconsciente, possibilitando um trabalho interno muito profundo e harmonizando a nossa energia. São pois, uma excelente ferramenta de autoexpressão e autoajuda.

 

Então, já coloriu mandalas hoje?

Artigo anterior

O poder da natureza: paralelismo com o nosso corpo

Próximo artigo

Portugal em destaque na feira de moda sustentável de Berlim