Home»AMOR»RELAÇÕES»Desejo de trair aumenta em dias festivos

Desejo de trair aumenta em dias festivos

É no rescaldo das principais comemorações do ano que o site AshleyMadison.com regista maior fluxo de utilizadores.

Pinterest Google+
PUB

Uma pesquisa levada a cabo pelo maior site de relacionamentos extraconjugais do mundo, com o intuito de avaliar comportamentos dos utilizadores em datas comemorativas, concluiu que o Natal e o Réveillon são dias que propiciam a vontade de trair. “São dias de autorreflexão, em que é suposto estar-se feliz, mas nem sempre isso acontece”, explica Noel Biderman, fundador do AshleyMadison.com.

Eduardo Borges, representante do site em Portugal e no Brasil, coaduna: “Períodos prolongados junto à família podem gerar uma pressão enorme em relacionamentos que já estão em crise. Não é por acaso que janeiro é um dos meses com maior taxa de divórcios no mundo.”

Números do Instituto Nacional de Estatística confirmam esta tendência: nos últimos 12 anos, este foi o mês com o maior número de “casamentos dissolvidos entre pessoas do mesmo sexo”. A alternativa é, não raras vezes, a traição. “Numa manhã de segunda-feira (dia em que se regista o maior número de acessos ao site) é fácil alguém acordar e chegar à conclusão que não quer voltar a ter um fim de semana repleto de discussões. Quer por oposição, paixão e afeto”, afirma Biderman. É, pois, nessas alturas, que a vontade de trair surge e que o acesso ao site se consuma.

Quando questionados acerca da melhor data para trair, 28% dos utilizadores do AshleyMadison.com dizem preferir o Natal e 54% a Passagem de Ano. “A pesquisa demonstrou claramente que os utilizadores dão cada vez mais atenção às amantes nesses dias”, conclui Eduardo Borges.

Artigo do parceiro:

Mood

Artigo anterior

As personalidades do ano 2014

Próximo artigo

Vendedor vai poder deixar de ser responsável pelo automóvel vendido