Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»Decoração: tendências a evitar com a chegada da nova estação

Decoração: tendências a evitar com a chegada da nova estação

Diz-se que as modas vão e vêm num ciclo vicioso sem fim. O que antes era tendência, agora é ultrapassado e no mundo da decoração essa realidade não é exceção. Com a chegada da nova estação e do tempo mais quente e luminoso, há quem aproveite para mudar e inovar a decoração, mas nem todas as tendências são aconselháveis.

Pinterest Google+
PUB

A plataforma digital Habitissimo revela as cinco tendências que já fizeram furor, mas que estão agora ultrapassadas e que não devem constar na lista de preferências de quem pretende arriscar numa nova decoração:

 

Branco sobre branco

O ambiente claro e neutro da decoração assente no branco é uma tendência que parece não passar de moda, mas que, na verdade, está a precisar de uma atualização e de um pop de cor para quebrar a monotonia;

 

Azulejos ao estilo industrial

Nos últimos anos, os azulejos ao estilo industrial têm sido a eleição de muitos para uma cozinha ou casa de banho ao gosto da antiga cidade de Nova Iorque, mas, para receber a primavera, o melhor será apostar em novas formas e formatos aerodinâmicos para os substituir;

 

Mármore e pedras falsas

Materiais falsos são sempre uma opção arriscada, mas quando se fala de mármores e mosaicos estes podem mesmo ser fatais numa decoração. A melhor alternativa assenta em apostar em materiais naturais, mais bonitos e acessíveis;

 

O rústico moderno

Implementar o estilo rústico em casas tipicamente modernas nem sempre corre como esperado. Para receber a estação primaveril em casa, é possível inovar em pormenores da decoração e celebrar o rústico sem que pareça demasiado;

 

Espaços integrados

Com a pandemia, os espaços integrados, que outrora eram a grande tendência no mundo da decoração e arquitetura, perderam pontos para a privacidade. Os open spaces, que reuniam salas e cozinhas na mesma divisão, constituem agora um desafio para quem precisa de apenas uma porta fechada para fazer uma videochamada de forma privada.

 

Veja imagens na galeria acima.

 

Artigo anterior

Não deveríamos gostar de café. Um estudo explica porquê

Próximo artigo

Como reconhecer um vinho está estragado