Home»VIDA»CASA & FAMÍLIA»Tire partido da energia do verão com a decoração feng shui

Tire partido da energia do verão com a decoração feng shui

O feng shui é uma técnica milenar chinesa que torna os ambientes harmoniosos e atrai boas energias, através da disposição do mobiliário e das cores utilizadas. E nada melhor do que renovar a casa com a energia positiva do verão. Saiba como o fazer.

Pinterest Google+
PUB

O feng shui rege-se por cinco elementos (água, metal, madeira, fogo e terra) e pela energia chi, a energia vital. As suas técnicas podem ser aplicadas em todas as divisões da casa ou apenas num único espaço, existindo cores e técnicas específicas para cada um dos ambientes, de acordo com as necessidades. Com o objetivo de potenciar um maior fluxo de boas energias na casa, o feng shui altera a posição dos móveis, as cores e as formas dos objetos decorativos.

 

De acordo com a teoria do feng shui, a simplicidade na decoração é o melhor caminho para criar harmonia na casa. Por isso, móveis ou eletrodomésticos danificados devem ser retirados, e o hábito de acumular coisas sem necessidade deve ser evitado. Assim combate-se a estagnação de energia e cria-se espaço para coisas novas na vida da família. Não esquecer de colocar na casa a representação de cada um dos cinco elementos usados no feng shui: água, metal, madeira, fogo e terra.

 

VEJA TAMBÉM: POTENCIE AS VÁRIAS ÁREAS DA SUA VIDA COM A ENERGIA DO FENG SHUI

 

Como organizar a casa

Arrumação, limpeza e organização são fundamentais para a circulação de energias positivas. Por exemplo, não coloque demasiados objetos no chão e disponha os móveis de forma a haver espaço para circular. Por menor e mais simples que seja a casa, pode ser agradável se estiver bem arranjada. Cuidar do espaço onde vivemos é como cuidar do nosso próprio estado físico, mental e emocional. Por outro lado, espalhar coisas alegres pela casa, ajuda a ter um comportamento mais positivo.

 

Nem todas as paredes precisam ter alguma informação. Escolha a de maior visibilidade no ambiente, aquela para a qual olha naturalmente e coloque um bonito espelho ou quadros. Opte por ter poucos quadros nas paredes, mas aposte em imagens com bom impacto e que transmitam boas energias, como fotografias de momentos felizes.

 

Para estar em contacto com a natureza, coloque plantas em todas as divisões principais, como na cozinha, sala, quarto. Os animais de estimação são óptimos condutores de boas energias. Escolha um animal calmo e carinhoso.

 

A zona de entrada da casa deve ser uma zona de destaque, pois é o primeiro local que vemos quando entramos em casa. Retire tudo que impeça a visão da entrada da sua casa, como árvores ou plantas muito grandes que ficam à frente da porta.

 

É importante criar a sensação de bem-estar ao entrar em casa: manter as plantas podadas, pendurar sinos tibetanos e ter um tapete bonito.

 

Na cozinha, o fogão é o responsável pela prosperidade da casa por isso mantenha-o sempre limpo e a funcionar perfeitamente. Evite usar sempre o mesmo disco ou bico do fogão, use todos. As melhores mesas são as de formato redondo, oval e octogonal. Tenha em atenção para usar todas as cadeiras da mesa.

 

No quarto, a cama deve ter acesso por ambos os lados e evite colocar alguma coisa debaixo dela.

 

Como a família passa muito tempo na sala de estar, esta deve ser um lugar agradável, com cadeiras e sofás confortáveis, muita luz, quadros bonitos e suaves e objetos de decoração elegantes. As cadeiras e sofás devem estar sempre encostados numa parede, de preferência numa posição em que se vê quem entra.

 

É importante criar um equilíbrio de sombra e luz em todas as divisões. Use candeeiros para iluminar cantos escuros Evite ter a mesma cor no chão, nas paredes e no teto, pois torna o ambiente frio. Use antes várias cores. Nos lugares onde permanece mais tempo a conviver, como sala de estar, prefira objetos de cores vibrantes e quentes, como vermelho ou amarelo.

 

Por fim, as tarefas devem ser divididas entre todos os moradores da casa para criar harmonia e laços de entreajuda.

 

 

Artigo anterior

Unha encravada: o corte e o calçado certos para a prevenir

Próximo artigo

Este é o artigo mais recente