Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Cultura, viagens e experiências: o que os jovens europeus querem para unir a Europa

Cultura, viagens e experiências: o que os jovens europeus querem para unir a Europa

Pelo nono ano consecutivo, jovens de toda a Europa juntaram-se em Bruxelas para darem voz àquilo que querem para o território de amanhã. E não faltaram ideias inspiradoras para encontrar a unidade na cultura europeia diversificada.

Pinterest Google+

– Preservar a cultura, aprender com o passado e usa-la para construir o futuro. Esta recomendação visa criar a Casa de Cozinha da União Europeia em cada Estado-Membro. «Ao encomendar um prato nacional específico, o serviço incluiria uma pequena nota explicando as circunstâncias históricas em que o prato foi criado originalmente e criaria maior tolerância entre as nações», disse um delegado da Eslovénia. Além disso, o grupo de estudantes propôs criar um programa de suporte para pequenas lojas de artesanato artesanais tradicionais para preservar a nossa cultura popular tradiciona.

 

– Experimentar com a cultura. Este projeto visa aproximar o património cultural de todas as pessoas, criando festivais temáticos itinerantes e evitando as concentrações em museus nas grandes cidades. «É um ideal que devemos tentar alcançar porque é uma maneira de nos enriquecer. É muito mais interessante quando se abre para outras culturas. Não tenho a certeza, porém, que a cultura europeia seja tangível e acessível neste momento», disse um delegado de França.

 

VEJA TAMBÉM: FINLÂNDIA É O PAÍS MAIS FELIZ DO MUNDO EM 2018

 

«Não podemos construir a Europa se não colocarmos a nossa cultura e nosso património cultural um lugar mais central. Por muito tempo, a Europa foi construída principalmente através da economia, das finanças e do mercado», disse Sneška Quaedvlieg-Mihailović, secretária-geral da Europa Nostra, uma organização que protege o património cultural e natural na Europa. «Estas são ferramentas extremamente importantes para reunir economias e sociedades. Mas qual é o coração e a alma da Europa? É cultura e património cultural», acrescentou.

 

Estas três propostas que receberam o maior número de votos seguirão para os legisladores da UE. Além disso, Quaedvlieg-Mihailović manifestou o seu interesse em apresentar estas recomendações na Cimeira do Património Cultural Europeu, que terá lugar neste verão, em Berlim.

 

 

Artigo anterior

Estas técnicas prometem devolver a coragem e espírito de aventura aos homens

Próximo artigo

Previsões astrológicas para o mês de abril de 2018