Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Criado primeiro serviço de sommelier privado em Portugal

Criado primeiro serviço de sommelier privado em Portugal

Serviço de aconselhamento gratuito disponibilizado pela plataforma Adegga, que agrega pequenos e grandes produtores de vinho. O serviço telefónico está disponível diariamente, entre as 18 e as 20 horas, para consumidores de vinhos portugueses.

Pinterest Google+
PUB

Para assinalar as 100 lojas, o Adegga Marketplace, plataforma criada pela equipa Adegga para apoiar os produtores portugueses a vender vinho online, lança o primeiro serviço de sommelier privado de uma loja de vinhos em Portugal.

 

Gonçalo Patraquim, sommelier oficial da Portugal Wine Week e um dos mais conceituados em Portugal, inaugura o serviço de Sommelier Privado, estando à distância de um e-mail, mensagem no chat Adegga ou chamada telefónica, pronto para recomendar, esclarecer, ajudar na seleção de vinhos ou tirar dúvidas sobre possíveis harmonizações.

 

VEJA TAMBÉM:  VINHOS E QUEIJOS: DESCUBRA OS PARES PERFEITOS

 

O serviço telefónico está disponível diariamente, entre as 18 e as 20 horas, sem qualquer custo adicional, e destina-se a consumidores de vinhos portugueses que procuram um acompanhamento personalizado e eficaz nas suas compras.

 

Em funcionamento há cerca de dois meses, o Adegga MarketPlace conta já com mais de mil vinhos, disponíveis para venda em mais de 100 lojas de pequenos e grandes produtores portugueses, garantindo uma oferta de todas as regiões e dando oportunidade a produtores de pequena escala de terem os seus vinhos à venda ao lado das maiores empresas do sector. A entrega em casa do cliente decorre em 48 horas sem custos para valores mínimos de compra.

 

VEJA TAMBÉM: QUAL O MELHOR VINHO PARA AS REFEIÇÕES PICANTES?

 

A plataforma tornou-se, em poucas semanas, no único canal online em Portugal onde os pequenos produtores podem ter uma loja idêntica às das grandes marcas do sector com o mesmo potencial e oportunidades de promoção e venda. O encerramento de restaurantes e lojas de vinho, a par das dificuldades de distribuição a nível nacional, criou a necessidade de encontrar novas formas de levar o vinho a casa dos consumidores.

 

«O Adegga era já pioneiro na venda de vinho online associada aos eventos, por isso, apenas tivemos de ajustar o nosso modelo às reais necessidades deste momento económico e criar lojas que ajudem os produtores portugueses – sejam de pequena dimensão ou grandes empresas – a manter o seu negócio activo e a chegar a novos públicos. Hoje, com mais de 100 lojas e marcas fortes como Altano, Esporão, Casa Ferreirinha, Casa de Vilacetinho, Dow’s, Herdade Aldeia de Cima, Kranemann, Lavradores de Feitoria, Mouchão, Quinta Maria Izabel, Quinta do Monte d’Oiro, Quinta de Vale D. Maria, Quinta do Vesúvio, Sandeman ou Vicentino alcançamos uma dimensão que nos permite garantir ao setor a promoção de vendas junto do consumidor, levando a cada cliente os melhores vinhos do país», refere André Ribeirinho, co-fundador do Adegga.

 

Artigo anterior

Zippy lança serviço de drive in e atendimento express

Próximo artigo

Terra dos Sonhos e The Sweet Art Museum lançam edição exclusiva de máscaras solidárias