Home»BEM-ESTAR»SAÚDE»Constipação, gripe ou alergia?

Constipação, gripe ou alergia?

Espirra, tem corrimento nasal, a cabeça pesada... Estamos naquela altura do ano em que os sintomas nos baralham. Este é o guia infalível para descobrir se os seus sintomas indicam uma constipação, gripe ou alergia sazonal.

Pinterest Google+

Ninguém gosta de estar doente. Entre espirros, corrimento nasal, cabeça pesada ou febre, por vezes, pode ser difícil diagnosticar aquilo de que se padece, mesmo que estas condições sejam experienciadas com alguma frequência. E esta é a altura do ano em que tudo se pode misturar. Ora porque se tira um caso cedo de mais, ora porque se passeia num jardim onde o pólen já viaja pelos ares.

 

«Às vezes as pessoas pensam que têm gripe e é uma constipação comum ou uma alergia»,  explica Cindy Weston, professora no Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas, EUA, num comunicado à imprensa.

 

As constipações têm uma série de sintomas entre as quais a fadiga, febre, tosse, dor de garganta, congestionamento no peito/cabeça/nariz, espirros e olhos lacrimejantes. Neste caso, os sintomas devem ser tratados com o consumo de muitos líquidos e repouso intensivo. Pode, ainda, tomar medicação para se sentir mais confortável. A constipação é mais comum nos meses mais frios e cura-se no prazo de uma semana, não sendo necessária a consulta de um médico.

 

VEJA TAMBÉM: JÁ COMEÇOU A ESPIRRAR? SAIBA ONDE OS FOCOS DAS ALERGIAS SE ESCONDEM

 

Uma outra doença muito comum é a gripe, uma infeção viral que pode surgir em qualquer altura do ano, mas com maior incidência no tempo frio.  A gripe tem sintomas semelhantes a uma constipação, mas com algumas diferenças distintas. «As dores são predominantes em ambas as condições, mas na constipação as dores são leves e geralmente associadas a uma congestão. A gripe pode provocar dores musculares profundas nos músculos maiores, incluindo pernas e costas», elucida Weston.

 

A gripe, que pode ser prevenida com uma vacina anual, pode ter sintomas muito semelhantes a um resfriado comum, mas com algumas diferenças distintas. Os sintomas de gripe podem incluir sintomas como, por exemplo, febre alta, cansaço extremo, tosse, dor de garganta, congestionamento no peito/cabeça/nariz e dores musculares fortes.

 

Segundo as declarações de Weston, o melhor tratamento passa pela consulta de um médico para que sejam medicados antivirais de forma a reduzir a intensidade dos sintomas e a diminuir a possibilidade de complicações como bronquite, pneumonia ou sinusite. Se tiver uma constipação ou uma gripe, Cindy Weston aconselha a que evite ao máximo a propagação de germes. «É melhor ficar em casa até depois de 24h livre de febre ou após ter concluído um dia de medicação prescrita» enfatiza.

 

VEJA TAMBÉM: EIS PORQUE O STRESS PÕE AS PESSOAS DOENTES

 

Por fim, as desagradáveis alergias sazonais. Certamente já sentiu alguma comichão nos olhos ou no nariz nos dias em que o pólen vagueia, por todo o lado, num dia ventoso. As alergias sazonais são tipicamente mais fáceis de diagnosticar, pois não provocam febre mas sim comichão e irritação em torno do nariz ou dos olhos. As alergias não escolhem idades e os sintomas mais comuns para além da comichão no nariz e dos olhos lacrimejantes são os espirros, a congestionamento no peito/cabeça/nariz e tosse.

 

Para tratar as alergias o melhor será consultar um médico – não se automedique. No caso de o congestionamento nasal se agravar, experimente enxaguar os seios nasais com uma embalagem de irrigação nasal para ajudar a remover os alergénios e prevenir uma infeção, a conselha a especialista.

 

 

Artigo anterior

Semana do Choco está de volta a Setúbal

Próximo artigo

5 locais e 5 pratos brasileiros que deve conhecer