Home»LAZER»DICAS & VIAGENS»Conselho Mundial de Viagens e Turismo prevê verão forte em viagens

Conselho Mundial de Viagens e Turismo prevê verão forte em viagens

Nova pesquisa destaca início do caminho da recuperação a partir do final do próximo mês de março. Empresas de viagens relatam um aumento significativo nas reservas para depois deste mês. Mais de 100 milhões de empregos podem ser recuperado no setor global de viagens e turismo durante 2021.

Pinterest Google+
PUB

Uma nova pesquisa do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) prevê um verão forte em viagens, assim que se iniciar o caminho de recuperação no próximo mês de março, com muitas das principais empresas de viagens a relatar já um aumento significativo nas reservas.

 

Neste caminho, mais de 100 milhões de empregos podem ser recuperado no setor global de viagens e turismo durante 2021, ao mesmo tempo que o mundo recupera da pandemia de COVID-19, afirma o Conselho Mundial de Viagens e Turismo.

 

O renascimento do setor é sustentado pela última previsão económica do WTTC. No ano passado, durante o auge da pandemia, o WTTC alertou que 174 milhões de empregos na área das viagens e turismo no mundo estavam em risco. No entanto, na sua análise mais recente, o cenário mais otimista do WTTC prevê que até 111 milhões de empregos possam ser recuperados – mas isso ainda seria 17% abaixo dos números de 2019, com 54 milhões de empregos a menos.

 

VEJA TAMBÉM: TURISMO VOLUNTÁRIO: UMA FORMA DIFERENTE DE VIAJAR PELO MUNDO

 

Este melhor cenário, com recuperação de viagens a começar no final de março, leva em consideração os programas de vacinação generalizados e uma rápida adoção de regimes abrangentes de teste e rastreio, juntamente com uma coordenação internacional forte e contínua dos setores público e privado.

 

No entanto, o resultado mais conservador da previsão aponta para uma recuperação de 84 milhões de empregos, ou seja, 25% abaixo dos níveis de 2019, com 82 milhões de empregos a menos recuperados. Nesse cenário, a recuperação das viagens internacionais é empurrada para o segundo semestre de 2021. As vacinas seriam lançadas de forma mais gradual, desacelerando a remoção das barreiras e restrições de viagens em todo o mundo atualmente em vigor, ao mesmo tempo reduzindo a procura por viagens e reduzindo a confiança do consumidor.

 

VEJA TAMBÉM: UM SALTINHO A ESPANHA: OS SETE DESTINOS DE EXCELÊNCIA RECOMENDADOS PELA REDE EDEN

 

Gloria Guevara, presidente e CEO do WTTC, disse: «Estamos ansiosos por um verão forte em viagens, graças a uma combinação do uso de máscara, do lançamento da vacinação global e dos testes nas partidas, abrindo as portas para as viagens internacionais mais uma vez. A nossa última pesquisa confirma isso e mostra que definitivamente há esperança no horizonte para o setor global de viagens e turismo, com a possível recuperação de até 111 milhões de empregos. Este resultado projetado será um grande alívio e será bem-vindo como o início da recuperação há muito esperada, para um setor que por tanto tempo sofreu o impacto das restrições de viagem extremamente prejudiciais».

 

No entanto, a responsável adianta que ainda há um longo caminho a percorrer com muitos obstáculos pela frente. «Não podemos confiar apenas numa solução e no lançamento de vacinas para reiniciar as viagens internacionais. O teste na partida ainda será crítico para restaurar as viagens, respeitando os protocolos de segurança e recuperando o máximo de empregos possível em viagens e turismo e em toda a economia em geral», assinala Guevara.

Artigo anterior

Numerologia: o que dizem os números sobre o seu nome?

Próximo artigo

Best of: o que é que as dietas de sucesso têm em comum?