Home»ATUALIDADE»ESPECIALISTAS»Conhecer e controlar a diabetes com saúde positiva

Conhecer e controlar a diabetes com saúde positiva

A diabetes mellitus é um grupo de doenças metabólicas caracterizados por níveis elevados de glicose no sangue, a que chamamos hiperglicemia, que pode ser devido à insuficiente produção de insulina pelo organismo ou à insuficiente ação da insulina e, frequentemente, à combinação destes dois fatores.

Pinterest Google+
PUB

Normalmente temos uma quantidade de glicose disponível no sangue derivado da absorção dos alimentos ricos em hidratos de carbono, que é a nossa fonte energética principal, e da sua formação no fígado. Os valores de glicémia considerados normais situam-se entre 80 e 110 mg/dl antes das refeições e até 140 mg/dl depois das refeições. No entanto, uma só avaliação não constitui valor para diagnóstico, tendo de se efetuar uma avaliação diária para se perceber o perfil glicémico.

 

A insulina é uma hormona produzida no pâncreas que faz naturalmente parte do organismo e que serve essencialmente para fazer com que o açúcar existente no sangue seja bem aproveitado, entrando nas células, para ser convertido em energia.

 

VEJA TAMBÉM: DOIS MILHÕES DE PORTUGUESES EM RISCO DE DESENVOLVER DIABETES TIPO 2

 

Na diabetes tipo 1, existe ausência de produção e secreção de insulina devido à destruição autoimune das células beta das ilhotas de Langerhans no pâncreas, sendo o tratamento efetuado com injeções de insulina. A diabetes tipo 2 é caracterizada pela deficiência relativa de produção de insulina e da diminuição da ação desta. A intolerância à glicose é lenta e progressiva e pode permanecer oculta durante anos. Normalmente a história de diabetes na família é comum. Neste tipo, o tratamento passa por dieta específica, exercício e medicação oral.

 

Hiperglicemia

A hiperglicemia pode levar a complicações metabólicas agudas como a cetoacidose diabética e a síndrome hiperglicémica hiperosmolar não cetótica. Os efeitos a longo prazo da hiperglicemia contribuem para complicações macrovasculares, tais como: doença coronária, doença vascular cerebral e doença vascular periférica. E também para complicações microvasculares como: doença renal e ocular.

 

Nas situações de hiperglicemia, para além da falta de forças, as pessoas perdem peso entre outros sintomas, tais como:

  • Urinar em grande quantidade e mais vezes
  • Ter sede constante e intensa
  • Sensação de boca seca
  • Fome constante e difícil de saciar
  • Cansaço
  • Comichão no corpo (sobretudo ao nível dos órgãos genitais)
  • Visão turva

 

VEJA TAMBÉM: NÃO É SÓ OBESIDADE E DIABETES… VEJA 10 RISCOS DO AÇÚCAR PARA A SAÚDE

 

Hipoglicemia

Também pode ocorrer a hipoglicemia, caracterizada por valores de glicemia iguais ou inferiores a 70mg/dl. A hipoglicemia geralmente ocorre em pessoas com diabetes que utilizam medicação para reduzir os níveis de glicose/açúcar no sangue, seja insulina ou comprimidos (antidiabéticos orais).

 

Esta situação pode acontecer por diferentes razões como por exemplo, a toma excessiva e incorreta da medicação, jejum prolongado ou refeições sem alimentos ricos em hidratos de carbono, exercício físico exagerado ou não programado e consumo de álcool em excesso e/ou fora das refeições.

Artigo anterior

Como lidar com os amigos do seu companheiro

Próximo artigo

Ideias de programas para o Dia dos Avós