Home»GLAMOUR»BELEZA»Conhece o conceito Mommy Makeover?

Conhece o conceito Mommy Makeover?

Com a crescente preocupação da mulher no seu bem-estar geral e na sua forma física, a cirurgia estética vai-se adaptando às suas necessidades. Durante e após a gravidez dão-se muitas alterações ao nível hormonal e corporal na mulher. Muitas vezes essas mudanças acabam por deixar a mulher desconfortável consigo própria e é para fazer face a esta questão que surge o conceito de Mommy Makeover.

Pinterest Google+

Em primeiro lugar, gostaria de dizer que o conceito não é estanque e pode variar de mulher para mulher, visto que somos seres individuais com necessidades e características diferentes. Desta forma, o Mommy Makeover é um conjunto de cirurgias que visa devolver à mãe o corpo e a forma física que tinha antes da gravidez, permitindo ainda algumas melhorias face ao “antes”. Consoante a avaliação e as zonas que se pretendem operar, as cirurgias são combinadas num único tempo cirúrgico.

 

Começamos então com a zona da mama, frequentemente afetada pelas gravidezes devido às constantes alterações de volume e que podem acabar por levar à ptose da mama – a chamada “mama descaída” – ou mesmo a um “esvaziamento da mama” em que parece que ficou vazia e sem forma. Neste sentido temos várias hipóteses possíveis, dependendo de cada situação.

 

Caso seja apenas necessário fazer um levantamento e rejuvenescimento da mama, estamos a falar de uma mastopexia em que retiramos o excesso de pele e reconstruímos a mama e subimos a zona do mamilo – neste caso é ainda possível a colocação de implantes mamários se a mulher assim o desejar. Por outro lado, se além da pele a mais, houver também excesso de gordura e glândula mamária já estamos a falar de uma mamoplastia de redução. Por fim, temos o inverso desta questão: uma mama pequena e “vazia” já requer a colocação de próteses numa mamoplastia de aumento em que a paciente poderá escolher o tamanho de forma a harmonizar esta zona com a sua estrutura corporal.

 

VEJA TAMBÉM: CONHEÇA AS NOVAS PRÓTESES MAMÁRIAS B-LITE

 

Falemos agora da região abdominal que, por razões óbvias, é também bastante influenciada aquando de uma gravidez. Poderemos falar de uma lipoaspiração caso se tenham acumulado bolsas de gordura na zona abdominal e dos flancos. No caso da existência de gordura e ainda pele a mais, já teremos de passar para a abdominoplastia que conjuga a lipoaspiração com a excisão da pele em excesso e na qual reconstruimos a parede abdominal e a zona do umbigo. Em ambas as cirurgias surge ainda um outro conceito, o lipofilling, em que retiramos a gordura e, após o seu tratamento, poderá ser recolocada noutra zona corporal em que se deseje aumentar o volume, como por exemplo nos glúteos. Com esta técnica há a vantagem de os níveis de rejeição serem menores dado que se trata de gordura retirada do nosso próprio organismo.

 

A nível de recuperação, é essencial a utilização de um sutiã e de uma cinta específicos e a realização de drenagens linfáticas que irão ajudar em todo o processo de cicatrização. No geral, os tempos de recuperação do Mommy Makeover variam consoante o número de intervenções, mas, em média, o período de recuperação total varia entre as 4 e as 6 semanas. Apesar de ser incentivado um estilo de vida saudável com a prática de exercício físico e alimentação variada, os resultados do Mommy Makeover são permanentes.

 

VEJA TAMBÉM: O ROSTO E A CIRURGIA ESTÉTICA: PROCEDIMENTOS A TER EM CONTA

 

Reforço que cada caso é um caso e já cheguei a realizar um Mommy Makeover a pacientes que precisaram apenas de uma lipoaspiração abdominal e de uma mamoplastia de aumento para o equilíbrio corporal como também já realizei um Mommy Makeover a pacientes que necessitaram de uma mamoplastia de redução e uma abdominoplastia para uma harmonização corporal – quer isto dizer que as combinações das cirurgias variam bastante consoante a necessidade da mulher.

 

É fundamental que uma mãe se sinta bem consigo própria e que a sua autoestima seja reposta pois isso irá refletir-se na sua relação com o bebé e mesmo para o seu quotidiano e perante a vida no geral.

 

Deixo ainda uma nota de que, apesar de ser importante em todos, neste género de procedimentos é crucial haver uma boa relação entre cirurgião plástico e paciente onde haja um bom entendimento e a consequente confiança dado que se trata de um processo complexo. Há que saber gerir as expectativas da paciente e alcançar o seu objetivo passando também por um acompanhamento próximo em todo o pós-operatório. Procure sempre um profissional listado na Ordem dos Médicos e tome sempre uma decisão informada.

 

Artigo anterior

O melhor da praia em setembro

Próximo artigo

Drama Queen? Meça o seu nível dramático segundo um estudo