Home»VIDA»SOCIEDADE»Conheça tradições de Páscoa bem portuguesas

Conheça tradições de Páscoa bem portuguesas

Este ano será uma Páscoa bem diferente, em casa. De qualquer forma, descubra as festividades da Semana Santa que se costumam fazer de norte a sul de Portugal e delicie-se com as iguarias gastronómicas que marcam a época, como o folar, o borrego, o cabrito, sem esquecer as amêndoas e os ovos de chocolate!

Pinterest Google+

MINHO

Uma das mais conhecidas tradições no Minho é o Compasso, ou a Visita Pascal, momento do dia de Páscoa durante o qual um cortejo liderado pelo pároco percorre as casas locais para as abençoar e agradecer as ofertas feitas. Em Braga, a Semana Santa permite viver uma experiência repleta de história. Desde a decoração da Rua do Souto, toda “vestida” de roxo e adornos alusivos à Paixão de Cristo, passando pela Vigília Pascal e a Procissão da Ressurreição na noite de sábado para domingo.

 

CENTRO

No Centro, Montalegre costuma comemorar a Semana Santa aliando a tradição religiosa a momentos de sátira e humor. As várias celebrações religiosas, missas e cortejos são complementados com momentos como a Queima de Judas, que consiste numa grande queima de um boneco de palha – que simboliza Judas Iscariotes –, expressando a luta contra o mal e a sua derrota. Para uma experiência mais leve, o Sardoal abre todas as capelas e igrejas da vila, todas elas exibindo os seus elaborados tapetes de flores, feitos todos os anos com flores e plantas naturais, e motivos alusivos à Páscoa.

 

VEJA TAMBÉM: AMÊNDOAS DA PÁSCOA: DE 8 A 39 CALORIAS

 

ALENTEJO

No Alentejo, as tradições da Semana Santa estão fortemente associadas à segunda-feira de Páscoa, com as famílias e amigos a juntarem-se para fazer um piquenique de borrego no campo, junto às barragens e rios. Na vila de Castelo de Vide, além das tradições cristãs, vive-se ainda um pouco de tradição judaica, com os pastores da região a invadirem o centro da vila com os seus rebanhos, que são benzidos e depois vendidos.

 

ALGARVE

A Procissão dos Passos, um cortejo que evoca o trajeto de Jesus desde a sua condenação à sua crucificação, marca o início das celebrações pascais em muitas paróquias algarvias, com uma dimensão especialmente grande em Silves e Tavira. No Domingo de Páscoa, em S. Brás de Alportel, celebra-se a ressurreição de Cristo com a Procissão das Tochas Floridas, enchendo as ruas de tochas feitas de alecrim, rosmaninho, alfazema e flores campestres.

Fonte: momondo

 

Artigo anterior

OMS dedica Dia Mundial da Saúde aos enfermeiros

Próximo artigo

Ayurveda: alimentação e estilo de vida na primavera