Home»S-Vida»Conheça tradições de Páscoa bem portuguesas

Conheça tradições de Páscoa bem portuguesas

Descubra as festividades da Semana Santa que se costumam fazer de norte a sul de Portugal e delicie-se com as iguarias gastronómicas que marcam a época, como o folar, o borrego, o cabrito, sem esquecer as amêndoas e os ovos de chocolate!

Pinterest Google+
PUB

MINHO

Uma das mais conhecidas tradições no Minho é o Compasso, ou a Visita Pascal, momento do dia de Páscoa durante o qual um cortejo liderado pelo pároco percorre as casas locais para as abençoar e agradecer as ofertas feitas.

 

Em Braga, a Semana Santa permite viver uma experiência repleta de história. Desde a decoração da Rua do Souto, toda “vestida” de roxo e adornos alusivos à Paixão de Cristo, passando pela Vigília Pascal e a Procissão da Ressurreição na noite de sábado para domingo.

 

VEJA TAMBÉM: AMÊNDOAS DA PÁSCOA: DE 8 A 39 CALORIAS

 

CENTRO

No Centro, Montalegre costuma comemorar a Semana Santa aliando a tradição religiosa a momentos de sátira e humor. As várias celebrações religiosas, missas e cortejos são complementados com momentos como a Queima de Judas, que consiste numa grande queima de um boneco de palha – que simboliza Judas Iscariotes –, expressando a luta contra o mal e a sua derrota.

 

Para uma experiência mais leve, o Sardoal abre todas as capelas e igrejas da vila, todas elas exibindo os seus elaborados tapetes de flores, feitos todos os anos com flores e plantas naturais, e motivos alusivos à Páscoa.

 

ALENTEJO

No Alentejo, as tradições da Semana Santa estão fortemente associadas à segunda-feira de Páscoa, com as famílias e amigos a juntarem-se para fazer um piquenique de borrego no campo, junto às barragens e rios.

 

Na vila de Castelo de Vide, além das tradições cristãs, vive-se ainda um pouco de tradição judaica, com os pastores da região a invadirem o centro da vila com os seus rebanhos, que são benzidos e depois vendidos.

 

ALGARVE

A Procissão dos Passos, um cortejo que evoca o trajeto de Jesus desde a sua condenação à sua crucificação, marca o início das celebrações pascais em muitas paróquias algarvias, com uma dimensão especialmente grande em Silves e Tavira.

 

No Domingo de Páscoa, em S. Brás de Alportel, celebra-se a ressurreição de Cristo com a Procissão das Tochas Floridas, enchendo as ruas de tochas feitas de alecrim, rosmaninho, alfazema e flores campestres. Fonte: momondo

 

Artigo anterior

Pão de banana com twist

Próximo artigo

Folar de enchidos do chef Fábio Alves