Home»GLAMOUR»BELEZA»Conheça a diferença entre pele seca e desidratada

Conheça a diferença entre pele seca e desidratada

Muitas vezes confundimos os conceitos de pele seca e de pele desidratada e pensamos que ambos correspondem à mesma condição. No entanto, são términos diferentes, que representam estados distintos da pele e que necessitam cuidados diferenciados.

Pinterest Google+
PUB

PELE SECA

Características da pele seca

A pele seca é um tipo de pele que não produz quantidade suficiente de componentes lipídicos, como ceramidas, e tem tendência a apresentar alterações ao nível da sua função de barreira. Uma pele muito seca é mais permeável às agressões externas e, por isso, mais vulnerável a determinados fatores como o sol, o frio, o vento ou produtos cosméticos mais agressivos.

 

Este tipo de pele tende a apresentar um aspeto mate, falta de luminosidade, textura áspera com rugosidades e poros menos visíveis. As pessoas com pele seca ou muito seca sentem com frequência irritação cutânea, descamação, vermelhidões e sensação de desconforto.

 

Necessidades da pele seca

Se tem este tipo de pele, é importante manter a barreira cutânea o mais intacta possível e repor os componentes lipídicos, em especial as ceramidas, usando produtos cosméticos adequados para este tipo de pele.

 

A limpeza deste tipo de pele deve ser feita recorrendo a produtos cosméticos suaves. É ainda recomendável fazer esfoliações frequentes com produtos adequados e pouco agressivos (ver artigo Conheça os diferentes tipos de esfoliantes). É muito importante evitar a exposição solar e usar protetor solar com fator de proteção elevado.

 

PELE DESIDRATADA

Características da pele desidratada

A pele desidratada, corresponde a uma alteração da barreira cutânea por falta de água. Normalmente, ao contrário da pele seca, a pele desidratada representa um estado transitório, que melhora com uma rotina adequada.

 

Na verdade, a pele desidratada pode ser do tipo seca ou oleosa. Qualquer tipo de pele pode temporariamente sofrer uma perda de água. Por exemplo, é muito comum que as peles acneicas sofram desidratação devido ao uso excessivo de produtos de limpeza demasiado adstringentes.

 

Os sintomas de uma pele desidratada podem confundir-se com os sintomas do tipo de pele seca, já que numa pele que apresenta desidratação é possível observar alguma falta de luminosidade, maior visibilidade das linhas de expressão e rugas e, por vezes, também pode ocorrer descamação.

 

Necessidades da pele desidratada

Uma pele desidratada não é capaz de reter água em quantidade suficiente, por isso, é importante melhorar o manto hidrolipídico da pele para que a água não escape. Para isso, devemos equilibrar os níveis de água e lípidos com emulsões, cosméticos em gel-creme, em gele e mascaras com função de hidratação, para assim melhorar a sensação de desconforto.

 

No caso de apresentar uma pele desidratada, é importante reverter esse estado antes de começar tratamentos despigmentantes ou com retinoides, pois existe maior risco de irritação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigo anterior

Ruído de barcos afeta reprodução e desenvolvimento de peixes

Próximo artigo

Rotinas de saúde que fazem a diferença