Home»GLAMOUR»MODA»Confissões de uma editora de imagem da Victoria’s Secret

Confissões de uma editora de imagem da Victoria’s Secret

Numa altura em que o recurso à edição fotográfica dos corpos das modelos publicitárias é recorrente para que as modelos possam parecer mais magras, bronzeadas ou musculadas, uma especialista da área contou como tudo se procede, em declarações ao site ‘Refinery 29’.

Pinterest Google+
PUB

Sarah, nome fictício de uma editora de imagem da Victoria’s Secret, revelou os truques utilizados nas sessões fotográficas e posterior edição de modo a que tudo fique irrepreensível: um corpo e um cenário perfeitos.

 

Uma das primeiras revelações da especialista foi a irrealidade dos corpos que são vistos nas campanhas publicitárias. Para começar, os retoques fazem-se também antes do recurso ao Photoshop, com ajustes de luz, brilho e cor, porque, por vezes, pode ser difícil obter as verdadeiras cores de uma determinada peça de roupa.

 

Veja a galeria: Saiba como combinar alpercatas

 

«Os efeitos começam no estúdio», diz Sarah, nas declarações prestadas ao ‘Refinery 29’,  que já trabalhou com várias marcas incluindo a Victoria’s Secret. «A primeira coisa que eles fazem é colocar extensões de cabelo. Eu acho que nunca vi uma modelo com o seu cabelo real, e em sessões de moda de praia ou lingerie colocam almofadas nas mamas para alterar a zona».

 

Isto acontece em várias marcas e explica o facto de as peças «não serem anti gravidade» quando as compramos. «O retoque não termina aí. Uma vez que a fotografia é tirada, os mamilos são suprimidos, aumenta-se o tamanho da mama, arredonda-se e deixa-se tudo totalmente simétrico», partilha a especialista na área.

 

Veja a galeria: Uma tatuagem, uma história

 

São feitas outras correções geralmente ignoradas pelas pessoas, como as sombras nas axilas. «Todos temos uma sombra nas axilas quando tiramos fotografias ao nosso corpo e nós mudamos tanto a cor de pele das modelos que algumas nem se dão ao trabalho de fazer a depilação» explica Sarah.

 

Muitas vezes, os editores de imagem dão volume aos corpos das modelos por causa da sua magreza. Então porque não contratam modelos com mais volume? A resposta de Sarah é clara: «Porque elas não vendem».

 

Veja a galeria: O top 10 das celebridades mais ricas do mundo

 

Segundo a especialista em fotografia digital, a marca Victoria’s Secret testou durante algum tempo diferentes tipos de modelos, mas o consumidor não mostrou interesse em mudar. Pondo as coisas desta forma, a publicidade promove esta perfeição irreal, mas a sociedade é parte da culpa.

 

«No fim, é tudo um negócio. Se são feitos retoques é porque se está a tentar vender algo e, se fosse apresentado algo diferente, muitas pessoas não iam gostar nem comprar. A menos que se esteja completamente imune aos padrões culturais de beleza, será sempre atraído pela uniformidade e perplexo com a diferença», enfatiza Sara nas confissões à publicação americana.

 

Artigo anterior

Mais de 10% da população tem alergia ao sol

Próximo artigo

Com as férias de verão, a alimentação saudável é esquecida