Home»VIDA»DIREITOS HUMANOS»Conferência de alto nível debate estado global dos direitos humanos

Conferência de alto nível debate estado global dos direitos humanos

A conferência vai reunir eurodeputados, comissários europeus, vencedores do Prémio Nobel da Paz, laureados com o Prémio Sakharov, representantes de organizações internacionais, entre outros.

Pinterest Google+
PUB

No dia 16 de julho, o Parlamento Europeu será coanfitrião da primeira conferência sobre o Estado Global dos Direitos Humanos, de modo a discutir a situação dos direitos humanos a nível internacional.

 

A conferência vai reunir eurodeputados, comissários europeus, vencedores do Prémio Nobel da Paz, laureados com o Prémio Sakharov, representantes de organizações internacionais, universidades e partes interessadas.

 

Os participantes discutirão uma variedade de tópicos relacionados com a situação global dos direitos humanos em três painéis principais. A conferência é organizada conjuntamente pelo Parlamento Europeu e pelo Campus Global de Direitos Humanos. Terá lugar no Mosteiro de San Nicolò em Veneza e nas instalações do Parlamento, em Bruxelas, bem como remotamente.

 

VEJA TAMBÉM: VIOLÊNCIA DE GÉNERO CUSTA 366 MIL MILHÕES DE EUROS AO ANO

 

Estão previstas intervenções, entre outros, do presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, da presidente do Campus Global de Direitos Humanos, Veronica Gomez, da Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, da secretária-geral da Amnistia Internacionalm Agnès Callamard, entre outros.

 

Proeminentes eurodeputados no domínio dos direitos humanos, incluindo o presidente e vários membros da Subcomissão dos Direitos do Homem do Parlamento e dois vice-presidentes do Parlamento, também participarão ativamente.

 

Legislação na UE

Os painéis irão explorar como a legislação da UE sobre due diligence pode tornar as empresas mais responsivas às violações dos direitos humanos; como a justiça internacional pode ajudar a garantir a responsabilidade global; e quais os desafios que uma política externa baseada em valores enfrenta ao abordar questões de direitos humanos e democracia global.

 

A conferência será encerrada com a apresentação “Tortura Branca”, do vencedor do Prémio Sakharov, o venezuelano Lorent Saleh, que se baseia na sua experiência como prisioneiro em ‘La Tumba’, a prisão do serviço secreto venezuelano.

 

Decorre a 16 de julho, das 10h às 19h30 CEST. A conferência podes ser acompanhada ao vivo através deste link.

 

 

 

Artigo anterior

Vacina portuguesa contra a COVID-19 demonstra elevada eficácia em testes em animais

Próximo artigo

Do peixe-aranha aos lacraus: as recomendações do INEM para evitar intoxicações na praia e no campo