Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Compatibilidade entre signos: Carneiro vs Balança

Compatibilidade entre signos: Carneiro vs Balança

Sonâncias, dissonâncias e tendências genéricas. A faixa zodiacal é composta pelos doze signos numa circunferência de 360 graus = 24 horas. Ao longo desta faixa, os signos fazem as suas oposições num angulo de 180º, e considero ser esta a primeira abordagem de compatibilidade de signos.

Pinterest Google+

Toda a abordagem é arquitepal, sendo necessário os dados astrológicos para a elaboração do mapa natal; data, hora e local de nascimento incluindo do parceiro, usando a técnica que chamamos de Sinastrias, um estudo profundo do mapa do casal.

 

Porquê fazer este estudo? Porque será uma forma de orientar o casal, para questões como: Aspetos dissonantes, que possam provocar desentendimento, atrito, conflito.
Aspetos sonantes, onde possam enaltecer as virtudes, habilidades, características, tudo o que exista de compatível para desenvolverem uma parceria feliz. Aspetos de desenvolvimento tendencial, onde o casal possa ter uma ideia como ambos se encontram nos próximos dois anos em relação aos assuntos e exigências da parceria. Aspetos favoráveis e desfavoráveis na altura de marcar o casamento ou a união de facto.

 

Os signos estão ligados às estações e acaba por ser de conhecimento comum a sua linguagem assim, para começar com uma pequena introdução geral, falo da oposição natural ligada à própria estação sem qualquer estudo específico de um casal, mas sim do arquétipo.

 

As datas de início e fim de cada signo variam no ano bissexto. Ao dar o início às estações associamos o Carneiro ao impulso criador, ao início, ao pioneirismo e à capacidade de ser audaz, sendo a sua regência atribuída ao planeta Marte.  Os nativos de Carneiro são pessoas marcadas por uma natureza inquieta, onde é “o tudo ou nada”. Carneiro possui o elemento Fogo, o que significa que terá necessidade de manifestar-se de uma forma muito dinâmica, e que é importante a expressão da identidade pessoal através da ação.

 

Ao atribuirmos a qualidade primitiva quente, Carneiro torna-se mais ativo, e o seco torna a sua qualidade primitiva mais tensa. Existe o desejo supremo de estar sempre em primeiro lugar, o que se expressa numa efervescência ingénua e numa inocência inexperiente. De modalidade cardinal, a sua energia manifesta-se em explosões de atividade. As metas a curto prazo são importantes e serão rapidamente alcançados resultados tangíveis o que carateriza a sua polaridade como masculina, o yang.

 

Nos relacionamentos afetivos a sua natureza é fogaz e, geralmente, são muito apaixonados. Os parceiros devem ser indivíduos cheios de vida e capazes de reagir bem às faíscas de Carneiro. Os joviais impulsos sexuais devem ser mantidos para que, com a idade, mantenha a energia ativa que os confere.

 

Iniciamos a estação do outono com o signo de Balança entrando, assim, no hemisfério norte, na expansão do ser no social. Aqui, os relacionamentos externos começam a manifestar-se, permitindo um intercâmbio de conhecimentos sociais. Inicia a estação do outono, estando associada à beleza, à harmonia, às relações com o outro, criando um intercâmbio relacional. Este nativo em busca de equilíbrio, gera uma atitude indecisa, pois ora tem que tomar partido de um lado ou do outro.

Artigo anterior

Dicas para introvertidos: como ter uma relação online bem-sucedida

Próximo artigo

Jovens europeus com 18 anos com Interrail grátis neste verão