Home»GLAMOUR»BELEZA»Como o tabaco afeta a beleza

Como o tabaco afeta a beleza

Todos sabemos que o tabaco prejudica a saúde. Mas não só, prejudica também a imagem de quem fuma. Pele, dentes celulite, varizes… tudo se agrava com o tabaco. Veja agora em pormenor os malefícios que o tabaco provoca à beleza.

Pinterest Google+
PUB

Rugas

A pele é o maior órgão do nosso corpo e, como tal, é um dos mais afetados com o consumo de tabaco. O arsénico existente no tabaco seca a pele, levando a que esta envelheça mais rapidamente.

 

Estrias

Outra consequência das toxinas existentes no tabaco é a perda de elasticidade da pele. Ao ficar mais flácida, esta perde a capacidade de se regenerar após alterações de peso, o que aumenta a probabilidade do aparecimento de estrias.

 

Seios descaídos

A juntar às rugas e às estrias, a perda de elasticidade da pele leva a que os seios descaiam, uma vez que se torna mais difícil suportar o peso dos mesmos.

 

VEJA TAMBÉM: DEIXAR DE FUMAR: ESTRATÉGIAS PARA CONSEGUIR MANTER A DECISÃO

 

Celulite

O tabaco prejudica as células do seu corpo, desfavorecendo os ritmos e as funções naturais do organismo, o que leva a que seja mais difícil queimar gordura localizada e a que esta se acumule em zonas menos boas. Dá-se assim também a acumulação de gordura visceral, que é altamente prejudicial para os seus órgãos vitais e se traduz no aparecimento de barriga.

 

Manchas nos dentes

Quer um sorriso bonito? Então pare de fumar. O fumo do tabaco provoca manchas nos dentes e leva a que o seu sorriso tenha um aspeto amarelo e ninguém aprecia sorrisos amarelos, seja lá por que razão for!

 

Unhas amarelas

À semelhança do que acontece nos dentes, os dedos e as unhas também são vítimas do fumo do tabaco, acabando por ficar manchados e amarelos. Portanto, já sabe: se deseja unhas bonitas, deixar de fumar é o primeiro passo.

 

Cabelos fracos

A nicotina diminui o diâmetro dos vasos sanguíneos e, consequentemente, o fluxo de sangue. Como consequência o cabelo recebe menos nutrientes, o que leva a que fique mais fino e fraco, caindo com mais facilidade.

 

Varizes

Ao diminuir a espessura da parede dos vasos sanguíneos, o tabaco promove o aparecimento de varizes. Outra consequência do tabagismo é o aumento da coagulação sanguínea, o que fomenta o risco de tromboses.

 

Olheiras e papos nos olhos

As toxinas do tabaco também danificam os vasos sanguíneos existentes em torno dos olhos, conduzindo ao aparecimento de olheiras e de papos nos olhos.

 

Mau hálito

O odor do fumo do tabaco fala por si, mas além do impacto imediato que ele causa, também deixa partículas na sua garganta e pulmões. Tal significa que o cheiro do cigarro pode ficar alojado durante horas na sua boca, causando mau hálito. Além disso, a acumulação dessas partículas traduz-se na alteração do olfato e do paladar.

 

Por Wenqian Chen

médica especialista em Medicina Tradicional Chinesa, no Centro de Terapias Chinesas, em Lisboa

 

Artigo anterior

Viver mais 10 anos: um dos múltiplos efeitos de deixar de fumar

Próximo artigo

Torrada de atum do chef Rui Rebelo