Home»COVID-19»Casal: Como manter a chama acesa em tempos de quarentena

Casal: Como manter a chama acesa em tempos de quarentena

Convivência forçada em espaço limitado ou distanciamento social imposto. A quarentena está a desafiar as relações e impõe medidas extraordinárias para ultrapassar a emergência. Conheça oito dicas para lidar com a proximidade ou o distanciamento nestes novos tempos.

Pinterest Google+

Proximidade e distanciamento são as faces da mesma moeda quando falamos destes novos tempos de quarentena. Uns enfrentam a convivência forçada em espaço limitado, outros o distanciamento imposto pela necessidade de isolamento social. São os novos desafios às relações, que impõem medidas para que a chama não se apague e se prolongue para além da emergência.

 

Segundo Irina Marques, especialista em Sexologia Educacional, «vivemos novos tempos e as angústias, receios e preocupações que daí advêm podem ter impacto no nosso bem-estar, logo na forma como nos relacionamos e na própria disponibilidade para a intimidade com o outro».

 

VEJA TAMBÉM: NUM MUNDO DOMINADO PELA TECNOLOGIA É MAIS DIFÍCIL MANTER UMA RELAÇÃO?

 

Apesar do novo contexto, estas situações não são totalmente desconhecidas dos casais porque muitos já experimentaram alguma vez o convívio intenso ou a separação longa, seja por imposições profissionais ou outros motivos. «O ser humano tem uma enorme capacidade para se adaptar a novas realidades e isso sempre fez parte da nossa evolução. É importante que os casais continuem a investir em si e procurem transformar o confinamento numa experiência que fortaleça as suas relações», sublinha Irina Marques.

 

Mas afinal o que fazer para não chocar de frente com a sua cara-metade e viver em esforço ou para ultrapassar a saudade provocada pelo distanciamento de quem cumpre este período de quarentena em outro local? Para a especialista, «saber respeitar, ouvir, dialogar e até inovar e surpreender o outro, mesmo em pequenos detalhes, é essencial em todas as situações da vida do casal e ainda mais agora nesta fase». Irina Marques deixa oito sugestões para quem tem, nestes dias, de lidar com a proximidade ou com o distanciamento forçado.

 

VEJA TAMBÉM: RELAÇÕES LONGAS: SETE SINAIS DE ALERTA DE DESGASTE

 

LIDAR COM A PROXIMIDADE:

  • Reserve o seu canto

Mesmo que o espaço físico seja pouco, procure um canto só para si ao longo do dia e entregue-se às suas atividades profissionais ou àquilo que mais gosta de fazer, o que ajuda a criar pausas e a dissipar potenciais crispações.

 

  • Ria e faça rir

Lembre-se que é mais fácil ultrapassar os tempos de incerteza mantendo o humor. Combata os momentos mais difíceis com histórias ou atividades que promovam a descompressão e o divertimento.

 

  • Não pause o sexo

O sexo ajuda a descomprimir, a olhar a vida de forma mais otimista e a manter a relação saudável. Tudo tem o seu tempo, por isso esqueça as preocupações e usufrua de uma quarentena com prazer.

 

  • Jogue sedução

Esta pode ser a ocasião perfeita para experimentar um jogo erótico. Se não tiver um disponível, pode sempre criar o seu próprio jogo e aplicar toda a sedução.

 

VEJA TAMBÉM: COMO MANTER A CHAMA ACESA À DISTÂNCIA

 

LIDAR COM O DISTANCIAMENTO:

  • Apoie o seu amor

Explore todas as potencialidades da vida moderna e das novas tecnologias. Mantenha-se próximo e apoie o seu amor, mesmo que à distância.

 

  • Partilhe o seu dia-a-dia

Partilhe as suas atividades diárias, experiências, pensamentos, dúvidas e… namore, muito, nas ondas do wi-fi.

 

  • Atreva-se nas mensagens, fotos ou vídeos

Surpreenda a cada dia com mensagens, fotos ou vídeos atrevidos para animar e despertar a mente do outro.

 

  • Explore o sexo virtual

Se nunca experimentou, esta é a época perfeita para o fazer. A cada dia escolha uma nova lingerie e, se possível, um cenário diferente da casa.

 

Durante esta fase de quarentena, mantenha-se em casa e respeite o isolamento social pela sua e pela saúde de todos.

 

 

Artigo anterior

Dizer adeus nunca foi tão difícil

Próximo artigo

Tools4edu: projeto ajuda professores e alunos a realizarem aulas online