Home»BEM-ESTAR»COMPORTAMENTO»Como lidar com o seu problema?

Como lidar com o seu problema?

Longe de lhe vir aqui dar conselhos, partilharei algo que a ajudará a lidar melhor com qualquer situação em que se encontre ou venha a encontrar.

Pinterest Google+
PUB

Nas linhas que se seguem, partilharei formas habituais de se lidar com problemas e uma estrutura que lhe permitirá lidar melhor com os problemas que quiser. Ao fazê-lo de forma mais saudável, positiva e eficiente, como seria o seu dia-a-dia?

 

Acredito que a larga maioria dos problemas têm origem num ponto comum. Seja estar atrasada para um compromisso, estar sem ideias para ter mais clientes ou ver-se no meio de uma acesa discussão que não está a levar a lado nenhum. Pelo que observo diariamente, pelas pessoas e organizações que ajudo, é normal olhar o problema como algo a corrigir, algo a eliminar, algo que não devia estar ali ou acontecer assim como está a acontecer. Esta perspetiva liga-se também com o significado e as expetativas que foram criados sobre a situação.

 

Um exemplo disso é: chegar a horas a um compromisso transmite uma imagem que a pessoa pode desejar que os outros fiquem dela e chegar atrasada pode transmitir o oposto. Como a pessoa acredita que essa imagem tem repercussões futuras em si e no que deseja, o quer que a atrase e o “estar atrasada” passa a ser visto como um problema. O que é mais normal ver numa pessoa que se atrasa? Que está centrada, relaxada, aceitando a situação, focada no que pode fazer, assumindo a sua quota parte de responsabilidade? Ou que fica descentrada, acelerada, lutando contra o que aconteceu, dispersa com o exterior ou justificando-se com o que não controla? Por exemplo, com o trânsito.

 

Então, adianta queixar-se, desanimar, enervar-se, flagelar-se ou culpar factores externos como o trânsito, a chuva, as obras na estrada ou alguma entidade cósmica? Aparentemente não mas, pelo que estudo e observo, acredito que isso permite à pessoa sentir-se bem consigo mesma. Mas isso é tema para um outro texto.

 

A forma como se relaciona com o problema, a forma como lida com a situação em que vê o problema é mais importante que o dito problema em si ou que a razão do mesmo. Este resultado (estar atrasada) pode dever-se a muitos factores. A maior parte destes, vou arriscar, pode influenciar. Pode sair mais cedo para o compromisso, ir por outro caminho, usar outro transporte, avisar que chegará uns minutos depois, adiar o compromisso – sendo isso possível.

Artigo anterior

Algarve é a região do país com mais bandeiras azuis

Próximo artigo

Interesse sexual diminui após um ano de namoro