Home»VIDA»ALTERNATIVAS»Como cada uma das nove personalidades age em tempos de Covid-19

Como cada uma das nove personalidades age em tempos de Covid-19

Com a chegada da pandemia, cada personalidade tem uma forma própria de comportamento com facilidades e desafios a enfrentar. Orlando Henrique é mental coach com base no Eneagrama e explica o que distingue cada personalidade e como poderão ultrapassar esta fase da melhor forma.

Pinterest Google+
PUB

Numa altura em que a ordem é ficar em casa devido à pandemia que Portugal está a passar, e pelo facto de ser uma situação única vivida em todo o mundo, o comportamento e as reações de cada pessoa variam consoante cada tipo de personalidade.

 

O Eneagrama, técnica milenar com mais de 2.500 anos, define nove tipos de personalidade onde apresenta os seus pontos-fortes e pontos-fracos, a direção do seu crescimento, assim como atitudes e pensamentos.

 

Orlando Henrique, mental coach com vasta experiência baseada no Eneagrama, analisa os nove tipos de personalidade nesta quarentena, definindo o seu pensamento face a esta fase, assim como as vantagens inerentes e as dificuldades por que estão a passar. «Há que saber potenciar os pontos-fortes de cada personalidade para canalizar o seu foco da melhor forma nesta fase assim como combater os desafios que daí podem advir», afirma Orlando Henrique.

 

Tipo 1 – Perfeccionista/Disciplinado

«A situação atual é uma enorme injustiça e está a ser tratada por pessoas incompetentes. Se todos respeitassem as regras e procedessem de uma forma séria nada disto teria acontecido».

 

Vantagem: Criação de novas rotinas e ajuste ao novo funcionamento, enquadrado no espaço e no tempo. Tem alguma facilidade em estar focado desde que defina bem as suas prioridades e objectivos.

 

Dificuldade: Muito crítico com ele próprio e a gestão da sobreposição de tarefas.

 

Sugestão: Deverá baixar o seu julgamento interno em relação aos motivos pelos quais está de quarentena. Na sobreposição de tarefas deverá ter cuidado, por exemplo, com a limpeza e arrumações para evitar que algumas destas funções o limitem em relação ao que fazer e perceber quais as suas reais prioridades, nomeadamente o trabalho em casa, pesquisas, meditação, leituras entre outras situações.

 

VEJA TAMBÉM: QUAL O SEU PERFIL COMPORTAMENTAL?

 

Tipo 2 – Dador/Orgulhoso

«A situação atual requer um cuidado enorme para mantermos a sanidade, a coerência e estarmos disponíveis para ajudarmos todos os necessitados. Se todos conseguirem fazer alguma coisa extra para apoiar os médicos e enfermeiros tudo se vai resolver mais depressa e em segurança.»

 

Vantagem: Disponibilidade para ajudar os outros, ser útil e estar com a mente ocupada na procura da melhor solução para tudo e todos.

 

Dificuldade: A maior dificuldade desta pessoa é de repente verificar que a maior parte das pessoas consegue sobreviver sozinha sem a sua ajuda o que lhe pode dar um pensamento de “dispensável”.

 

Sugestão: Perceber que também é importante olhar para si e verificar o que precisa, assim como pedir ajuda, dando-lhe algum conforto no seu dia-a-dia. Agora poderá fazer muitas das coisas para si que tem adiado porque está muitas vezes disponível para os outros.

 

Tipo 3 – Vaidoso/Realizador

«A situação atual é uma questão estrutural e requer muita capacidade para voltar a estar em condições de poder retornar à normalidade. Precisamos de nos resguardar e estarmos preparados para, assim que for possível, voltarmos às nossas batalhas e sermos novamente vencedores».

 

Vantagem: A grande capacidade que tem em se adaptar a novas situações e desafios. Quer ser aquele que mais rápido se vai sentir bem.

 

Dificuldade: A falta de competitividade e verificação dos seus resultados, assim como estar sem objetivos definidos. Estas situações podem dar origem a um certo estado depressivo que poderá causar mal-estar e até algumas sintomatologias de doenças ou alergias. O seu estado emocional vai estar visível aos que estão por perto e que irão conhecer um outro “eu” que nunca esteve presente.

 

Sugestão: É essencial que perceba que o importante não é aquilo que faz, mas sim aquilo que é e a sua essência como pessoa, alcançando uma maior capacidade de relativizar as vitórias.

 

VEJA TAMBÉM: DRAMA QUEEN? MEÇA O SEU NÍVEL DRAMÁTICO SEGUNDO UM ESTUDO

 

Tipo 4 – Emotivo/Romântico

«A situação atual é uma enorme injustiça, não fizemos nada para que isto acontecesse e teria que acontecer agora que eu estava bem e numa boa situação. Vou ter de começar tudo do zero e vai ser muito mais difícil para mim. Foi mesmo azar».

 

Vantagem: A sua criatividade vai permitir criar trabalhos, projetos ou inclusive realizar alguns dos seus sonhos que sempre adiou.

 

Dificuldade: A grande facilidade de entrar em melancolia e depressão, a falta de espaço e de muitas situações de que não gostava e agora preferia estar a executar. Por vezes dizia que gostava e precisava de estar mais tempo em casa e agora que deve estar, sente falta da sua liberdade e polivalência.

 

Sugestão: Precisa rapidamente de encontrar algo sustentável para fazer para evitar passar tempo em casa sem fazer nada tendo depois muita dificuldade em reagir positivamente quando a situação for ultrapassada.

Artigo anterior

Cuizeat, a plataforma que lhe dá as receitas, faz as compras e entrega os alimentos em casa

Próximo artigo

Como ajudar os idosos a manter a saúde física e mental durante o isolamento social