Home»FOTOS»Comer de forma intuitiva. A nova dieta?

Comer de forma intuitiva. A nova dieta?

Dieta de Atkins, dieta paleolítica, dieta baixa em hidratos de carbono…. Há dietas para todos os gostos e que seguem diferentes teorias. Mas e se a solução estiver na sua intuição? Ou seja, comer o que o seu corpo realmente lhe pede? É o que defende uma corrente norte-americana de nutricionistas.

Pinterest Google+

A dieta intuitiva assenta no princípio de que criar uma relação saudável com a comida é a forma mais natural e correta para se manter um peso saudável.

 

A ideia é ensinar o paciente a relacionar-se de forma positiva com a alimentação, tornando-se o maior especialista no seu próprio corpo. «A pessoa aprende a distinguir entre sensações emocionais, ganhando uma espécie de sabedoria sobre o corpo. É também um processo onde se fazem as pazes com a comida», esclarecem as precursoras desta corrente, Evelyn Tribole e Elyse Resch, no seu site, Intuitive Eating.

 

Veja a galeria:  É viciada em comida? Faça o teste.

 

A premissa subjacente à ‘Intuitive Eating’ (comer de forma intuitiva) é que a pessoa vai reaprender a responder aos seus sinais corporais internos, pois esse conhecimento biológico está lá como forma de sobrevivência. À partida, isto poderá parecer simples, mas na realidade é bastante complexo. Esta sabedoria interior está muitas vezes obscurecida por anos de dieta e mitos alimentares que abundam na cultura.

 

«Por exemplo, comer quando se está com fome e parar quando se está cheio pode parecer senso comum, mas quando alguém tem um histórico de dietas crónicas ou dificuldades em seguir regras de alimentação saudável, isto pode ser bastante difícil. Para se ser capaz de retornar à forma inata de se alimentar, há uma série de coisas que precisam de estar no seu lugar, e a mais importante é a capacidade de confiar em si mesmo», explicam as especialistas em nutrição.

 

Veja a galeria: Estudo identifia as comidas mais viciantes

 

As autoras estabeleceram uma lista de dez princípios para se conseguir voltar a comer de forma intuitiva. «Com estes princípios, abre-se um mundo de satisfação alimentar e de ganho de liberdade que é muito emocionante», advertem.

 

Veja na galeria acima os dez princípios da dieta intuitiva.

Artigo anterior

Depois dos excessos...

Próximo artigo

Vinhos biológicos têm mais qualidade