Home»FOTOS»Maior clube privado para milionários abre a bordo de um cruzeiro em 2019

Maior clube privado para milionários abre a bordo de um cruzeiro em 2019

O navio tem o tamanho de dois campos de futebol e exibe luxo e elegância em cada vértice. A parte má é que não entra quem quer, mas só quem faz parte deste clube de elite. O navio estará pronto em 2019.

Pinterest Google+

Está em construção aquele que será o maior clube exclusivo a andar sobre o mar, o Quintessentially One, um iate de 250 milhões de libras (235 milhões de euros), a inaugurar em 2019. Veja algumas imagens na galeria acima.

 

Este iate  de luxo, a ser construído pela empresa britânica de concierge de luxo Quintessentially e pela companhia de navegação norueguesa Kloster, é do tamanho de dois campos de futebol e será palco de eventos glamorosos com estrelas mundiais, navegará perto das maiores festas, como o Festival de Cannes ou o Grande Prémio do Mónaco. Com 220 metros, será um autêntico hotel de luxo em movimento onde não faltará o serviço do restaurante de luxo londrino ‘The Wolseley’.

 

VEJA TAMBÉM: QUINTESSENTIALLY, A ASSISTENTE PESSOAL DE LUXO CHEGA A PORTUGAL

 

Além disso, conta com todas as comodidades, como uma área de spa, grandes salas de jantar, uma biblioteca de estilo antigo, bem como quartos requintadamente concebidos e salas de jantar privadas (veja algumas imagens na galeria acima). «Esta é uma forma maravilhosa de atender aos desejos dos membros de todo o mundo da Quinteessentially, quando vão todos aos mesmos eventos de alto perfil que atualmente não têm oferta suficiente. Vai ser o maior clube privado flutuante do mundo», explica Aaron Simpson, co-fundador da Quintessentially.

 

A Quintessentially está presente em 60 países e presta serviços personalizados a particulares e empresas. Através da mesma é possível fazer reservas de viagens, frequentar restaurantes, espetáculos, realizar tarefas do dia a dia, pedidos urgentes, mudanças de casa ou país, gestão doméstica ou acesso VIP a eventos e muito mais. Estes serviços estão disponíveis em Portugal desde junho de 2016.

Artigo anterior

Lisboetas convidados a pedalar por um país melhor

Próximo artigo

Este é o artigo mais recente