Home»BEM-ESTAR»NUTRIÇÃO»Cinco mudanças alimentares para um 2022 mais saudável e feliz

Cinco mudanças alimentares para um 2022 mais saudável e feliz

Sabemos que os hábitos alimentares inadequados são os principais determinantes dos anos de vida saudáveis perdidos. Felizmente, com um pequeníssimo esforço, é possível mudar muita coisa se multiplicarmos estas ações individuais por muitos milhões de pessoas. Mude a sua visão adotando pequenas mudanças que farão toda a diferença.

Pinterest Google+
PUB

1- Uma vez por semana, substitua uma das suas refeições de carne ou peixe por um prato vegetariano. Uma refeição de carne a menos por semana, ao longo de um ano, equivale a poupar, em emissões de carbono, cerca de 500km de automóvel.

 

2- Uma vez por semana experimente cozinhar sem sal, substituindo-o por especiarias (manjericão cominhos, coentros, salsa, orégãos). Mais de 4 milhões de portugueses sofrem de hipertensão arterial onde o sal tem um papel importante.

 

VEJA TAMBÉM: SOUPING IS THE NEW JUICING (OU COMO AS SOPAS SÃO OS NOVOS SUMOS DETOX)

 

3- Substitua o habitual refrigerante ou bebida açucarada por água. O consumo de bebidas açucaradas tem vindo a ser associado ao aparecimento de diabetes tipo II ou cárie dentária. Apenas um refrigerante pode conter por lata de 330ml aproximadamente 35g de açúcar, o que equivale ao consumo anual de mais de 12kgs e muitos kgs de gordura a mais no final do ano! Lembre-se que a água da rede pública em Portugal é de boa qualidade.

 

4- Consuma sopa pelo menos uma vez por dia, e sempre que possível, substitua a batata por leguminosas (feijão, grão, lentilhas). A presença de vegetais e leguminosas ajudam a reduzir o risco de doença cardiovascular, diabetes tipo II, regulam o trânsito intestinal e o controlo do apetite.

 

 

5- Deite menos comida fora, comprando e cozinhando apenas o necessário e reaproveitando. 1/3 da comida produzida no nosso planeta nunca chega a ser consumida, num mundo onde 795 milhões de pessoas passam fome. Em Portugal, 2 milhões de famílias estão abaixo do limiar de pobreza. Deite menos comida for a este ano! Comece na altura das festividades comprando só o necessário. (Dados Direção-Geral da Saúde)

 

NÃO ESPERE POR AMANHÃ E COMECE JÁ HOJE A MUDAR OS SEUS HÁBITOS ALIMENTARES!

 

Por Inês Aparício

Nutricionista

 

Artigo anterior

Revista cor-de-rosa estreia na Escola de Mulheres a 10 de fevereiro

Próximo artigo

Portugueses elegem ‘vacina’ como a Palavra do Ano