Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Cinco milhões de pacotes de açúcar alertam para sintomas da Doença de Alzheimer

Cinco milhões de pacotes de açúcar alertam para sintomas da Doença de Alzheimer

Campanha no mês de outubro apresenta os 10 sinais de alerta da doença de Alzheimer, patologia que afeta 47.5 milhões de pessoas no mundo e que pode triplicar até 2050.

Pinterest Google+
PUB

A Alzheimer Portugal, em parceria com a Delta Cafés, está a promover uma campanha de informação sobre os sinais de alerta da doença de Alzheimer. Durante o mês de outubro, mais de cinco milhões de pacotes de açúcar, espalhados pelos principais espaços de restauração do país, chamam a atenção para a mais comum forma de demência.

 

Os pacotes de açúcar descrevem os 10 sinais de alerta da doença de Alzheimer, tais como “Dificuldade em executar tarefas familiares”, “Dificuldades e problemas de linguagem”, “Afastamento do trabalho e da vida social”, “Alterações de humor e personalidade”, “Discernimento fraco ou diminuído”, “Dificuldade em perceber imagens visuais e relações espaciais”, “Dificuldade em planear ou resolver problemas”, “Perda de memória”, “Perda de noção de tempo e desorientação” e “Trocar o lugar das coisas”.

 

Veja também: Fisioterapia na demência: 5 exercícios prátios

 

A Associação desafia a população a que, sempre que encontrem um pacote de açúcar com um sintoma da doença de alzheimer, tirem uma fotografia e a partilhem nas suas redes sociais utilizando as hashtags #10sinaisdealertadoençadealzheimer#alzheimerportugal.

 

A Doença de Alzheimer, de causa ainda desconhecida, provoca a neurodegeneração e o consequente agravamento, progressivo e irreversível, das funções cerebrais culminando na total perda de autonomia. A Organização Mundial de Saúde estima que em todo o mundo existam 47.5 milhões de pessoas com demência, número que pode atingir os 75.6 milhões em 2030 e quase triplicar em 2050 para os 135.5 milhões. A doença de Alzheimer assume, neste âmbito, um lugar de destaque, representando cerca de 60 a 70% de todos os casos de demência (OMS, 2015).

Artigo anterior

‘The American Bar’ em Londres é o melhor bar do mundo

Próximo artigo

Lisboa vai participar no primeiro triatlo mindful do mundo