Home»ATUALIDADE»NOTÍCIAS»Ciência encontra possível alternativa aos antibióticos

Ciência encontra possível alternativa aos antibióticos

Investigadores israelitas conseguiram demonstrar uma alta eficácia de uma combinação de metais e ácidos orgânicos na erradicação de bactérias.

Pinterest Google+
PUB

Uma equipa de investigação do Technion – Instituto de Tecnologia de Israel combinou ácidos orgânicos com metais de baixa concetração e descobriu que a combinação é extremamente eficaz na erradicação de bactérias patogénicas, como cólera, salmonela e pseudomonas. E, também, na eliminação de bactérias que atacam as culturas agrícolas como, por exemplo, tomates, melões e maçãs.

 

Os antibióticos são um meio eficaz para tratar a contaminação bacteriana, mas o uso excessivo de substâncias antibióticas na medicina e na agricultura fomenta a resistência das bactérias aos antibióticos. São, por isso, muitos os laboratórios que estão a desenvolver estudos com o intuito de encontrar alternativas viáveis aos antibióticos.

 

Uma das alternativas a ser estudada é o uso de metais, como prata, zinco e cobre – utilizados no Egito e na Grécia antiga para o tratamento de infeções e purificação de fontes de água – e ácidos orgânicos, como o ácido alimentar que é  usado como conservante na indústria alimentar.

 

Veja também: Tome antibióticos de forma responsável. Veja como

 

«Combinar estes dois tipos de substâncias é muito mais eficaz do que utilizar cada uma em separado», afirma o autor líder do estudo, Oded Lewinson, em comunicado. «A designada ‘inibição sinérgica’, permite o uso de concentrações extremamente baixas de metais e ácidos alimentares para preservar alimentos e pulverização de culturas. Além disso, a redução da concentração das substâncias tem implicações positivas significativas para o ambiente e para a saúde humana».

 

Recorde-se que, há três anos, a Organização Mundial de Saúde alertou que o mundo se aproxima da era pós-antibiótica, onde os antibióticos já não serão eficazes e até mesmo as pequenas contaminações poderão ser fatais.

 

Artigo anterior

Algarve lança primeiro guia de percursos para ciclistas

Próximo artigo

Empresa lança-se no mercado como a primeira plataforma de serviços de beleza on demand