Home»GLAMOUR»CELEBRIDADES»Celebridades doam peças de alta-costura

Celebridades doam peças de alta-costura

Várias celebridades doaram roupa e acessórios de alta-costura. As peças serão vendidas, no mínimo, a menos 30% do valor original e o montante angariado reverterá para uma ação de solidariedade.

Pinterest Google+
PUB

Durante 12 dias, irão estar à venda peças de alta-costura de várias celebridades, na plataforma online Vestiaire Collective, numa iniciativa organizada pela Women for Women International.

Caras conhecidas de Hollywood vão fazer parte da iniciativa, entre as quais Emma Watson e Keira Knightley.

 

Wardrobes for Women é o nome da venda de caridade, cujo todo o dinheiro angariado será para ajudar as mulheres que vivem em países devastados pela guerra a refazerem as suas vidas.

 

Emma Watson, embaixadora das Mulheres de Boa Vontade das Nações Unidas, está a vender vários artigos de alta-costura, inclusive os seus saltos altos Louboutin ‘So Kate’.

 

Por sua vez, Keira dispôs para venda um casaco azul com pelo néon, da Shrimps, no valor de 273€, e uma mala da marca Valentino que vale mais de 1400€. A atriz de ‘Piratas da Caraíbas’ está a vender um dos seus vestidos favoritos – um Prada que custa mais de 500€.

 

Mas estas não as únicas celebridades a participar na iniciativa. Lena Dunham, Diana Kruger, Chloe Sevigny, Charlotte Gainsbourg, Dree Hmmingway e Lupita Nyong estão também envolvidas no projeto.  «Esta paixão pela moda pode ser aproveitada e transformada em boas energias e irá mudar significativamente o mundo de oportunidades das mulheres sobreviventes da guerra», disse ao Daily Mail Fanny Moizant, co-fundador da Vestiaire Collection.

 

As celebridades doaram uma mistura eclética de peças, que serão vendidas, no mínimo, a menos 30% do preço original.

 

A Women for Women Internacional, fundada em 1993, já prestou apoio a quase 430 000 mulheres sobreviventes da guerra. A fundação tem programas de um ano em que especializam mulheres numa área de trabalho, assim como dão formação de base empresarial para ajudá-las a ganhar um salário estável e a sustentar as suas famílias. Adquirem também conhecimentos práticos sobre saúde e os seus direitos, para que possam fazer escolhas informadas, como, por exemplo, prevenir doenças, votar ou colocar as filhas na escola.

 

Brita Fernandez Schmitdt, diretora executiva da organização, explica que «ao participar na Wardrobes for Women, não se está só em contacto com mulheres inspiradoras do mundo da moda, mas também a apoiar sobreviventes da guerra de alguns lugares mais perigosos do mundo». Acrescenta ainda, «juntos podemos mudar o mundo, uma mulher de cada vez».
Esta venda de caridade irá estar disponível no vestiairescollective.com até 14 de dezembro.

 

Artigo anterior

Sugestões de presentes para o Natal

Próximo artigo

Rosa quartzo e serenidade são as cores da Pantone para 2016