Home»ATUALIDADE»EDITORIAL»Celebrar o amor e a folia

Celebrar o amor e a folia

No frio mês de fevereiro, celebra-se o amor, a alegria, o calor, a diversão, a amizade. Duas datas ‘quentes’ para nos tirar do frio e acordar para a vida.

Pinterest Google+
PUB

Calha bem ser em fevereiro. O Dia dos Namorados e Carnaval e vêm dar um boost de alegria a um inverno cinzento que já vai longo.

 

Não sei quem pensou nestas datas, mas, no que toca a Portugal, acho-as muito bem escolhidas para acordar os corações adormecidos pelo frio, seja por saltarem para a folia e aquecerem a dançar ao som das músicas de Carnaval, seja por darem ar uma beliscadela à relação. Afinal, no Dia dos Namorados, há que ter namorado/a, e isto, sabe-se, ajuda a subir a temperatura. Mas quem não tem não faz mal, de qualquer forma, aviva-se a boa disposição.

 

A partir daqui – pós namorados e Carnaval – com energias renovadas, uma espécie de acordar da uma hibernação, podemos dizer que o inverno deprimido fica para trás. É verdade que só termina em março, mas a disposição já é outra. Já despertámos para a vida, para a alegria. Já se nota os dias a crescer.

 

Começam os preparativos para as férias grandes, os planos, as pesquisas, as comparações, as conversas. Afinal, estamos vivos. Fazem-se planos, aqui e ali.

 

Acho os meses de janeiro e fevereiro os mais deprimentos do ano. Aliás, a terceira segunda-feira de janeiro é tida como o dia mais deprimento do ano. Nos meses frios, há o Natal e a euforia dessa época que agrada à maioria. Mas, do dia 1 de janeiro até ao Carnaval, é mais de um mês que todos só querem ver passar.

 

Mas o mundo anda e já cá estamos novamente na curva ascendente de disposição e energia positiva.

 

Podemos voltar a dizer: Bom Ano.

Artigo anterior

Pais são mais negativos com os filhos do que pensam

Próximo artigo

Dê ao seu coração um presente saudável no Dia de São Valentim