Z-Atualidade

Passar de obeso a saudável pode poupar 27 mil euros ao Estado

Novos dados apesentados na Reunião Anual da Associação Europeia para o Estudo da Diabetes indicam que a patologia deve ser tratada integrando as culturas e respetivos comportamentos associados dos pacientes. Impulsionada pelo rápido aumento das taxas de obesidade, a diabetes pode afetar 1 em cada 9 adultos em 2045.
No livro ‘STOP 50 Estratégias para Mulheres sem Tempo’, a psicóloga social Ana Tapia revela 12 estratégias e várias técnicas para conseguir encaixar todas as suas esferas da vida. Veja quais são de seguida.

Enquanto alguns estudos sugerem que a meia-idade é uma altura complicada para as mulheres, outros indicam o contrário – que é a altura em que se sentem em pleno. Um estudo realizado nos EUA demonstra a relação entre a idade das mulheres e os níveis de stress vivenciados. E o mesmo comportamento é observado em praticamente todas as classes...
Organizações mundiais unem-se para procurarem novas formas de melhorar a saúde

Onze organizações mundiais nas áreas da saúde e do desenvolvimento comprometeram-se a trabalhar de forma integrada em novas formas para melhorar a saúde a nível mundial e assim alcançar os objetivos traçados para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, em 2030. O plano conjunto será apresentado em 2019.
Lesões da coluna vertebral têm consequências ‘devastadoras’ para os doentes

Primeiro estudo sobre cirurgia à coluna no Serviço Nacional de Saúde apresentado hoje, Dia Mundial da Coluna. O estudo foi realizado pela Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral, pela Sociedade Portuguesa de Neurocirurgia e pela Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia.
As dores nas costas são um problema grave em Portugal. Sete em cada dez portugueses sofrem de problemas nas costas e a situação pode estar a agravar-se, pois há cada vez mais crianças que, devido às mochilas e aos telemóveis, começam a sofrer deste problema. Veja de seguida alguns dos exercícios que pode fazer para evitar dores nas costas.

As dores nas costas são um problema grave em Portugal. Sete em cada dez portugueses sofrem de problemas nas costas e a situação pode estar a agravar-se, pois há cada vez mais crianças que, devido às mochilas e aos telemóveis, começam a sofrer deste problema. Falámos com Pedro Figueira, especialista em quiroprática e de problemas da coluna e autor...
Vacina contra a gripe grátis para mais doentes

A vacinação contra a gripe mantém-se gratuita no SNS, e fortemente recomendada, para pessoas a partir dos 65 anos, residentes em lares, doentes diabéticos, pessoas em diálise, pessoas com trissomia 21, em quimioterapia, com fibrose quística e ainda para bombeiros, entre outros grupos.
A vitamina D é essencial para a saúde óssea. Algumas pesquisas sugerem que possa ter benefícios na proteção contra as constipações e combate à depressão. Estas são algumas formas de garantir a ingestão adequada da vitamina.

Primeiro estudo de base nacional à população adulta indica que a maioria da população apresenta deficiência de Vitamina D. Na realidade, neste país de sol, apenas 3,6% apresenta valores considerados normais. Especialistas alertam para a necessidade de implementação de medidas de saúde pública que minimizem estes dados, como a suplementação ou a fortificação alimentar.
Nunca esquece um rosto? Estudo diz que reconhecemos cerca de 5000

Há pessoas que nunca esquecem um rosto. Passam por alguém na rua e é como se a conhecessem de algum lugar e, segundo uma pesquisa feita pela Universidade de Nova Iorque, na realidade conhecem. Fazem parte dos contactos pessoais e de figuras que se veem nos diversos meios de comunicação. Um número surpreendente, já que os seres humanos costumam...
Nova ferramenta de análise de ADN permite prever altura e possíveis doenças

Uma nova ferramenta permite através do ADN prever marcadores como a altura, a densidade óssea e, especialmente, se existe risco de desenvolver alguma doença séria. O que ajudaria num 'ataque' clínico mais rápido e daria mais anos de vida aos pacientes.
Foto: freepik

O Dia Munidal dos Cuidados Paliativos assinala-se no segundo sábado de outubro. Com a esperança de vida a aumentar e a população a envelhecer, estes cuidados são cada vez mais procurados. Porém, a rede instalada não é suficiente para a todos atender.