DIREITOS HUMANOS

No podcast desta semana, damos-lhe a conhecer dados de novos relatórios sobre desigualdade de género no mundo, pontos de vista da eurodeputada Maria Manuel Leitão Marques, a situação em Myanmar, algumas novidades na área do ambiente, etc..

Novos dados da Organização Mundial de Saúde indicam que as agressões estão a ocorrer cada vez mais cedo. No mundo, um terço das mulheres já sofreu violência física ou sexual perpetrada pelo parceiro ou alguém próximo.

Na União Europeia, só cinco países são liderados por mulheres. Nas maiores empresas do espaço europeu, só 8% dos CEO são mulheres. A acrescentar, 7 milhões de mulheres estão excluídas do mercado de trabalho, em comparação com apenas 450 mil homens, por desenvolverem trabalho não remunerado de prestação de cuidados. Estes são alguns dados que mostram o panorama que...

Eurodeputados consideram que a dimensão de género deve ser incluída nos planos de recuperação da COVID-19. Nova proposta da Comissão Europeia propõe medidas para garantir a igualdade de remuneração por trabalho igual.

Segundo a Organização das Nações Unidas, 1 em cada 10 meninas no continente africano falta à escola durante o seu ciclo menstrual, perdendo 20% da sua educação. Campanha portuguesa de apoio surge no âmbito do Dia Internacional da Mulher, assinalado a 8 de março.

A escalada de violência continua na província de Moçambique, com centenas de civis mortos pelo grupo armado que assola a região, mas também por forças governamentais e uma empresa militar privada, indica um novo relatório da Amnistia Internacional, baseado em testemunhos de 79 deslocados de 15 comunidades. Mais de meio milhão de pessoas fugiram da região até à data.

A posição surge em resposta à morte de pelo menos 18 civis em manifestações ocorridas em várias cidades do país contra o golpe militar ocorrido no início de fevereiro. Terá sido o maior número de mortes num dia desde que se iniciaram os protestos contra o golpe militar ocorrido a 1 de fevereiro.

Campanha #stopchildabuse visa alertar para abusos sexuais online que não implicam contacto direto e que podem surgir através de redes socias, jogos e aplicações móveis que as crianças e adolescentes usam.

Novo relatório da Amnistia Internacional relata entrevistas a 41 sobreviventes e testemunhas, que comprovam massacre de centenas de civis de Axum pelas tropas da Eritreia.

Sessão com transmissão em direto pretende debater a polémica lei do aborto, aprovada na Polónia em outubro passado, que restringe a interrupção voluntária da gravidez em caso malformação do feto, o que tem levado às ruas milhares de protestantes e ao repúdio da medida por parte de ativistas e políticos por toda a União Europeia.