SAÚDE

A fertilidade diminui à medida que se fica mais velha, mas, mesmo durante os anos mais férteis da mulher, as suas escolhas de estilo de vida e os fatores externos podem afetar as probabilidades de engravidar.

A fertilidade diminui à medida que se fica mais velha, mas, mesmo durante os anos mais férteis da mulher, as suas escolhas de estilo de vida e os fatores externos podem afetar as probabilidades de engravidar.
Quem bebe café tem menos medo

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Coimbra e pelo MIT descobriu que a cafeína reduz a memória do medo, podendo a partir daqui desenvolver-se novos fármacos para controlar fobias e traumas.
Mais de 20 milhões de pessoas na Europa vivem com hepatite C

A 28 de julho celebra-se o Dia Mundial da Hepatite C, uma doença potencialmente fatal, mas para a qual já existe cura. Oiça o testemunho de quem já estava no fim da linha e conseguiu recuperar da doença. O objetivo é erradicar a hepatite C até 2030.
As novas diretrizes da Europeia de Cardiologia

Mede apenas um décimo do tamanho de um pacemaker convencional e tem uma bateria que dura cerca de dez anos.
Ator principal ou espetador?

Sendo uma hormona responsável por uma parte importante da fisiologia da mulher, a progesterona tem recebido grande atenção da comunidade científica ultimamente por apresentar vários benefícios à saúde feminina. Por José Cunha.
Mistério do homem infetado com Zika ainda não foi resolvido

Os investigadores acreditam ser muito cedo para fazer declarações oficiais do que terá acontecido efetivamente.
Revelado o primeiro caso de Zika por transmissão sexual

O caso levanta novas preocupações sobre a propagação do vírus que normalmente é contraído através de picadas de mosquito.
Cigarros eletrónicos podem reduzir o consumo de tabaco

O estudo descobriu que os cigarros eletrónicos e outros produtos a vapor têm um impacto na saúde pública, de um modo geral, mais positivo.
Campanha ‘Olhe Pelas Suas Costas’ alerta para os perigos dos mergulhos

Os especialistas alertam para o facto de os mergulhos poderem causar danos irreversíveis na coluna vertebral.
Medicação para o colesterol é associado a um menor risco de cancro

As estatinas, fármacos usados no tratamento do colesterol alto, mostraram resultados satisfatórios na luta contra vários tipos de cancro.