SAÚDE

Cantar para o bebé acalma-o mais do que se falar com ele

Os antibióticos que protegem as crianças contra infeções também podem interromper o crescimento normal das suas bactérias intestinais, importantes para manter a saúde pulmonar, revela um novo estudo.
Feira da Dieta Mediterrânica em Tavira

Quando comemos o corpo é confrontado com o desafio de distribuir a glicose ingerida e combater as bactérias. As respostas inflamatórias a curto prazo desempenham um papel fundamental na absorçao de açúcar e na ativação do sistema imunitário.
Acampar ajuda a dormir melhor

Passar mais tempo em contacto com a natureza pode fazer maravilhas à saúde humana. Este estudo reporta a evidência dos benefícios de dormir ao ar livre.
Foto: freepik

Para determinar se uma mulher é saudável e está em condições de proceder à doação, é fundamental uma criteriosa avaliação das mulheres candidatas. Conheça todo o processo. Por José Cunha.
Embalagens de fast food contêm produtos químicos nocivos

Mesmo que os produtos químicos sejam eliminados, estes mantêm-se no ambiente. Além disso, aqueles que se acumulam em aterros sanitários podem migrar para águas subterrâneas e contaminar água potável. 
Consumo de líchia adoece crianças na Índia

Todos os anos, desde 1995, uma doença misteriosa atormentava a cidade de Muzaffarpur, na Índia, por afetar apenas as crianças da região.
Pastas branqueadoras não branqueiam, diz DECO

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor testou 13 pastas de dentes branqueadores e concluiu que não fazem aquilo a que se propõem. E custam mais40% do que as pastas normais.
Encontrada correlação entre viver perto da autoestrada e demência

Quem vive a uma distância até 100 metros de uma autoestrada pode aumentar as hipóteses de desenvolver demência em 4%. Essa probabilidade diminui à medida que a distância residencial da estrada aumenta.
Investigador português lidera cirurgia inédita para problemas articulares

A primeira cirurgia para corrigir a disfunção mandibular com a nova tecnologia deverá ocorrer em 2018.
Cigarros eletrónicos podem reduzir o consumo de tabaco

Desde que foram introduzidos no mercado, em 2007, estes dispositivos foram lançados como alternativas potencialmente mais seguras aos cigarros, ou mesmo uma como maneira inofensiva de parar de fumar.