SAÚDE

Pastas branqueadoras não branqueiam, diz DECO

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor testou 13 pastas de dentes branqueadores e concluiu que não fazem aquilo a que se propõem. E custam mais40% do que as pastas normais.
Encontrada correlação entre viver perto da autoestrada e demência

Quem vive a uma distância até 100 metros de uma autoestrada pode aumentar as hipóteses de desenvolver demência em 4%. Essa probabilidade diminui à medida que a distância residencial da estrada aumenta.
Investigador português lidera cirurgia inédita para problemas articulares

A primeira cirurgia para corrigir a disfunção mandibular com a nova tecnologia deverá ocorrer em 2018.
Cigarros eletrónicos podem reduzir o consumo de tabaco

Desde que foram introduzidos no mercado, em 2007, estes dispositivos foram lançados como alternativas potencialmente mais seguras aos cigarros, ou mesmo uma como maneira inofensiva de parar de fumar.
Tatuagens podem dificultar deteçao de problemas de pele graves

Um estudo realizado nos EUA detetou que menos de metade dos tatuadores receberam formação para lidar com a pele com manchas, sinais ou outras lesões cutâneas.
Foto: Freepik

A doação de ovócitos é um dos métodos de tratamento indicados para solucionar problemas de fertilidade na mulher e tem taxas de sucesso que rondam os 50%. Por José Cunha.
Psicofármacos e os jovens: Pensar para quê?

Algumas doenças físicas tendem a ocorrer com mais frequência em crianças e adolescentes caso já tenham sofrido de determinados transtornos mentais. Do mesmo modo que certos distúrbios mentais tendem a ocorrer com mais frequência após determinadas doenças físicas.
A melhor hora para treinar

O seu relógio inteligente consegue detetar quando está a ficar doente? Talvez sim. Alguns ‘smart watches’ têm a capacidade de recolher um conjunto de medições, como a frequência cardíaca e a temperatura da pele.
O propósito da vida

Cada vez mais estudos apontam para a importância da vitamina D para o bom funcionamento do organismo. A sua carência provoca distúrbios a vários níveis.
Por razões de (in)segurança

Os resultados do presente estudo sugerem que, sempre que possível, os médicos devem solicitar testes objetivos como, por exemplo, espirometria pré-broncodilatadora e pós-broncodilatadora, medidas de pico de fluxo ou testes de bronquite para obter confirmação da doença.