SAÚDE

Celebra-se a 19 de maio o Dia Mundial do Médico de Família, o médico que cuida do paciente e da sua família, na saúde e na doença, ao longo das várias fases da vida. Já pensou na relevância de ter médico de família? Por Ana Vieira

Quantos de nós não tivemos ao longo da nossa vida episódios de anemia? Quer em situações de gravidez, doença, hemorragias ou por outras causas. A anemia não constitui por si só uma doença especifica, mas sim sinal de uma disfunção subjacente. É, contudo, o distúrbio hematológico mais comum. Ana Mecia Santos.
Ninguém gosta de aturar mosquitos. Embora a maioria das picadas sejam inofensivas, algumas podem transmitir doenças perigosas. Mas, no mínimo, são um grande incómodo. Veja como se prevenir com as dicas da Academia Americana de Dermatologia.

Quando lhe dizem que é mais picado porque é mais ‘doce’, a ideia não está assim tão longe da verdade, segundo uma pesquisa realizada nos EUA. Os mosquitos lembram-se de quem lhes serve um bom banquete… mas também de quem pode ser perigoso para a sua singela vida de inseto.

O ato de lavar as mãos é de tal importância que tem até um dia mundial dedicado, 5 de maio, promovido anualmente pela Organização Mundial de Saúde.

A doença cardiovascular é a principal causa de morte precoce a nível mundial e afeta tanto homens como mulheres. O cardiologista Davide Moreira dá algumas pistas para identificar se está em risco.

Uns mais e outros menos, mas todos temos sinais. Raramente presentes ao nascimento, surgem ao longo da vida e, por vezes, é preciso olhá-los com muito cuidado. A dermatologista Carmen Lisboa explica o que deve ter em atenção em relação aos sinais.

Estima-se que até 10% da população possa apresentar alergias alimentares. Estes dados podem ir até 35% caso as reações adversas aos alimentos não tenham confirmação clínica. A Associação Portuguesa de Alergias e Intolerâncias Alimentares explica as diferenças entre estes três tipos de condições.
homem triste com olhos vermelhos

Cerca de 20% da população portuguesa sofre diariamente com olhos inchados, vermelhos, a lacrimejar e com comichão. A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia alerta que é fundamental prestar atenção a estes sintomas e procurar não só um tratamento, como prevenir estas crises.
O despertador está longe de ser o ruído mais insuportável que ouve durante o dia, é apenas o primeiro. Fique com uma lista de ruídos que nos acompanham ao longo do dia. Tome nota: o som começa a ser lesivo a partir dos 80 decibéis (dB)!

O despertador está longe de ser o ruído mais insuportável que ouve durante o dia, é apenas o primeiro. Fique com uma lista de ruídos que nos acompanham ao longo do dia. Tome nota: o som começa a ser lesivo a partir dos 80 decibéis (dB)!

Espirra, tem corrimento nasal, a cabeça pesada… Estamos naquela altura do ano em que os sintomas nos baralham. Este é o guia infalível para descobrir se os seus sintomas indicam uma constipação, gripe ou alergia sazonal.