SAÚDE

Se foi surpreendido pelo colesterol em excesso nas suas análises sanguíneas, saiba que pode reduzi-lo de forma saudável e, muitas vezes, sem grande sacrifício. Por Ana Vieira.
O burnout, ou esgotamento profissional, já entrou na lista das doenças da Organização Mundial da Saúde. Apesar de ser difícil de diagnosticar sem ajuda médica, fique alerta para os sinais desta doença indicados por Jacinto Azevedo, médico psiquiatra do Hospital Privado de Alfena.

O burnout, ou esgotamento profissional, já entrou na lista das doenças da Organização Mundial da Saúde. Apesar de ser difícil de diagnosticar sem ajuda médica, fique alerta para os sinais desta doença indicados por Jacinto Azevedo, médico psiquiatra do Hospital Privado de Alfena.

O Instituto Nacional de Emergência Médica salienta que a exposição a baixas temperaturas, no interior e no exterior, pode causar riscos sérios ou letais para a saúde. Recorde os cuidados a ter.

Uma nova pesquisa sugere que a adição de um certo tipo de concentrado de tomate à dieta pode reduzir a inflamação intestinal, sobretudo nos portadores de VIH.

Já imaginou o que é viver com uma sensação permanente de apneia ou sofrer com a falta de paladar e olfato? Esta é a realidade de doentes que vivem com polipose nasal, uma doença com sintomas semelhantes à infeção por Covid-19, mas presentes no dia-a-dia.

A endometriose é uma doença que se define pela presença do endométrio – tecido que reveste o interior do útero – fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da cavidade pélvica: ovários, trompas, bexiga e intestinos. Por José Cunha.

Os sintomas podem incluir visão turva ou nublada, dificuldade para ver à noite, brilho ou halos ao redor das luzes, visão dupla e alteração da visão das cores.

Rinofaringites, amigdalites e a otite média aguda de etiologia viral ou bacteriana são muito frequentes na idade pediátrica, com uma prevalência que aumenta nos meses mais frios. Médica pediatra assinala que prevenir as frequentes idas ao médico passa por garantir o bom funcionamento da microbiota intestinal.
mulher a limpar nariz com lenço

As medidas para prevenir a COVID-19 contribuiram de forma indireta para a prevenção da gripe e de outras infeções respiratórias típicas do inverno, nomeadamente rinofaringites, amigdalites, otites, laringites, bronquiolites, pneumonias e até episódios de exacerbação nos doentes asmáticos.

Tal como o novo coronavírus, a doença meningocócica transmite-se através do contacto direto com gotículas e secreções nasais favorecidas pela tosse, espirros, beijos e pela proximidade física. E, embora seja uma doença pouco frequente, qualquer pessoa, em qualquer idade, pode ser afetada, sendo que os recém-nascidos, crianças, adolescentes e idosos são os que estão em maior risco. Afinal, trata-se uma infeção muito grave que pode evoluir de sintomas inespecíficos até à morte em apenas 24h.