BEM-ESTAR

“Detetives das Emoções” ajuda crianças dos 6 aos 13 anos que apresentem problemas de ansiedade e/ou depressivos clinicamente significativos e respetivos pais.

A ANP|WWF lança o projeto internacional Eat4Change com a apresentação dos resultados de um inquérito sobre dietas sustentáveis. Consumidores querem saber mais sobre como comprar e consumir alimentos amigos do planeta.

Mas afinal podemos comer pão? O pão engorda? Qual o melhor tipo de pão? Estas são questões muito frequentes em consultas de nutrição. Temas desmistificados pela nutricionista Catarina Sofia Correia.
paciente em sessão de psicologia

Provavelmente esta é a pergunta a que qualquer paciente quer saber a resposta. Está a terapia a funcionar, estarei eu a evoluir? Por Vera de Melo.
homem triste com olhos vermelhos

Cerca de 20% da população portuguesa sofre diariamente com olhos inchados, vermelhos, a lacrimejar e com comichão. A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia alerta que é fundamental prestar atenção a estes sintomas e procurar não só um tratamento, como prevenir estas crises.

Por falta de melhor referencial, uma criança pode assumir que a sua atual má visão é visão “normal”. É por isso crucial que os adultos estejam atentos à visão das crianças. O optometrista Raúl de Sousa dá conta das alterações visuais mais frequentes na infância e dos cuidados a ter com este órgão.
mulher com dores nas costas

Por altura do Dia Mundial da Coluna, assinalado a 16 de outubro, a Campanha “Olhe pelas Suas Costas” responde às perguntas frequentes sobre dor nas costas.
sumo

Será que a alimentação saudável pode reduzir o risco do aparecimento de algumas doenças? E a resposta é simples: pode ajudar e muito a aumentar as defesas do nosso organismo e, desta forma, prevenir o aparecimento de vários tipos de doenças. Por Alexandre Fernandes,

A atenção dada à forma e ao volume dos glúteos é cada vez maior. Impulsionado por motivos culturais, tendências da moda ou ícones mediáticos, o aumento do volume dos glúteos é hoje uma cirurgia plástica muito procurada. Por David Rasteiro.
O ortopedista Luís Teixeira indica nove alterações no dia de trabalho para prevenir problemas de coluna. Até porque, por cada hora que uma pessoa passa sentada, depois dos 25 anos de idade, a esperança média de vida reduz-se em 21 minutos.

O ortopedista Luís Teixeira indica nove alterações no dia de trabalho para prevenir problemas de coluna. Até porque, por cada hora que uma pessoa passa sentada, depois dos 25 anos de idade, a esperança média de vida reduz-se em 21 minutos.