BEM-ESTAR

“Já não me aturo, não devo ser normal!”

Um novo estudo que contou com a colaboração de um milhão de mulheres vem contradizer tudo o resto. Afinal, ser infeliz não aumenta o risco de morte.
Queques de coco

Quer uma receita doce, simples e rápida para um chá com amigas? Esta é a receita que procura.
raio_x

A tecnologia permite detetar a espessura do corpo humano com menor radiação sobre o paciente
Gel feito com próprio sangue pode ser a cura para a calvice

Uma equipa de cientistas experimentou um plasma feito a partir do sangue do paciente que injetado no seu couro cabeludo ajuda as células a crescerem e restaurarem-se.
Fatores ambientais provocam infertilidade masculina

Estudo refere que as influências socioeconómicas e a saúde reprodutiva feminina não podem ser os únicos fatores responsáveis pela maior incidência de infertilidade na atualidade.
Foto: Fátima Cardoso

Em 1900, uma em cada 20 pessoas sofria de cancro. Em cem anos, o número disparou para uma em cada três pessoas. Prevê-se que, daqui a dez anos, uma em cada duas pessoas venha a sofrer de cancro em algum momento da sua vida. Uma «epidemia», segundo Fátima Cardoso, vice-presidente da Associação Portuguesa de Investigação em Cancro e diretora da Unidade de Mama do Centro Clínico Champalimaud, que nos conta em que estado está a investigação no mundo, para tentar travar este problema.
O fitness está na moda

O financiamento público na área do desporto e as horas de Educação Física nas escolas foram reduzidos. A inatividade física em Portugal é uma realidade que precisa de ser combatida. Falámos com o responsável em Portugal pelos dados do Observatório Global da Atividade Física.
Tenho medo porque...tenho medo!

O medo é provavelmente a emoção que mais nos paralisa. Pode consumir-nos e até debilitar-nos. Tal como a dúvida, o medo pode tornar-nos irracionais, levar-nos a perder o foco e afetar a forma como pensamos e nos comportamos. Por Sérgio Oliveira.
Pato assado com risoto de cogumelos e pontas de espargos verdes

Uma sugestão do chef João Santos, do Vintage House Hotel, no Douro
Inatividade física é uma causa de mortalidade em Portugal

Saiu o novo Relatório Global da Atividade Física, que analisou dados de 131 países. Quatro dos dez países mais ativos estão concentrados na Ásia e cinco dos países menos ativos estão localizados na Europa. Em Portugal,65% dos homens e mulheres são ativos.