NUTRIÇÃO

Foto: freepik

Os alimentos crus conservam todos os nutrientes, mas os aliemntos cozinhados eliminam bactérias nocivas. Qual a melhor forma, então, de os consumir? O crudivorimso está em alta e apresenta prós e contras.
Na mesa com…as algas

Bastante ricas em sais minerais, vitaminas e proteínas, as algas quando incluídas na nossa alimentação diária ajudam a equilibrar o organismo controlando os níveis de colesterol, pressão arterial, melhoram a circulação sanguínea, a disposição e ainda ajudam a emagrecer. Por Alexandre Fernandes.
Feijões e ervilhas aumentam mais a saciedade do que a carne

O estudo contraria a crença generalizada de que se deve consumir uma grande quantidade de proteína animal para aumentar a saciedade.
Os investigadores Manuel Coimbra, Ana Tasso Rosa e Cláudia Nunes

Investigação do Departamento de Química da Universidade de Aveiro adianta ainda que esta solução não provoca alergias a pessoas com intolerância ao marisco.
Foto: Freepik

Um estudo realizado em Espanha e nos Estados Unidos mostra que a dieta dos porcos em vida influencia a decisão de compra desta geração.
Leite: afinal é bom ou mau?

O presente estudo explorou as características físico-químicas e nutricionais do leite de ovelha e sugere o desenvolvimento de produtos lácteos derivados com prebióticos e probióticos.
Epigenética: alimente a sua saúde

Ao procurar fazer um plano nutricional, eficiente, eficaz, busque por soluções focadas na sua genética, no seu biótipo, porque o seu alimento é o seu tratamento. Por Paula Mouta.
Consumo de malaguetas diminui mortalidade

Se recuarmos no tempo, os pimentos e as especiarias eram vistas como benéficas no tratamento de doenças. O consumo de malaguetas pode transformar-se numa recomendação dietética, caso as conclusões deste estudo sejam confirmadas por ensaios clínicos. 
Produtos químicos na indústria alimentar

Ainda existem produtos alimentares com quantidade de pesticidas superior ao máximo permitido. Por Mónica Venda.
Feira da Dieta Mediterrânica em Tavira

Já muito se falou dos benefícios desta dieta para o organismo. Agora, um novo estudo prova mais um impacto positivo na saúde do cérebro.