COMPORTAMENTO

Conhecer pessoas novas pode revelar-se um desafio, principalmente para quem tem problemas de autoconfiança. Treine estes comportamentos para melhorar as suas relações interpessoais.

A chegada dos 30 indica o final da juventude e a entrada oficial na vida adulta. Falámos com duas amigas que nos contam os seus receios e expetativas.

Esta é uma lista muito pessoal, mas deixamos-lhe algumas sugestões de atitudes e atividades a completar antes de entrar na (real) vida adulta.

Tem um objetivo mas custa-lhe alcança-lo? Talvez lhe falte um componente essencial: força de vontade. A boa notícia é que, tal como um músculo, esta também pode ser treinada e aumentada.

A psiquiatra Julie Holland defende que as mulheres não podem deixar a indústria farmacêutica medicar os seus sentimentos num artigo de opinião para o jornal “The New York Times”

A repetida exposição a determinado alimento de que não gostamos, assim como a pressão social que nos rodeia, pode levar-nos a aprender a apreciá-lo. Um psicólogo identifica este comportamento como “masoquismo benigno” e pode ser observado noutras circunstâncias da vida, como gostarmos de ver um filme que nos entristece ou a andarmos de montanha-russa.

Há muitas coisas que podemos fazer para sermos mais felizes. Entre nesta galeria e descubra-as.

A neurologista Frances Jensen introduziu este termo numa entrevista à rádio NPR, para designar a distração que surge da acumulação de tarefas

Apesar de ser bom ter pessoas que estão sempre felizes com a vida à nossa volta, saiba que estas podem ter dificuldade em ler os sentimentos dos outros

Conclusão de uma análise a 160 estudos sobre comportamento humano e animal