COMPORTAMENTO

A forma como foca a atenção no telemóvel pode afetar a audição

Já alguma vez foi acusado de ‘não ouvir’ porque estava a olhar para baixo, concentrado no seu telemóvel? Não é o único e este estudo sugere que a culpa não é sua.
A magia dos contos zen

Procuro muitas vezes explicações para o sentido da minha vida ao ler os contos Zen. Não que sejam fáceis de digerir, mas porque são muito objetivos e temos a certeza que, quando os lemos, encontramos a resposta. Por Sofia Rijo.
Como lidar com as pessoas cinzentas

Desde pequenos que somos ensinados a ver o mundo a preto e branco, certo ou errado e a ignorarmos outras tonalidades. Por Nuno Cristiano de Sousa.
Cada um vê o que quer

Tal como quando recorre a um motor de busca na internet obtém milhares de resultados, na vida também. Se decidir pesquisar constantemente palavras como “crise” é natural que vá agir em confirmidade com ela. Por Sérgio Oliveira.
Bater nos filhos. Sim ou não?

Um tema polémico. Fomos falar com a psicóloga Conceição Nobre. «Muitos comportamentos são aprendidos por observação e, por isso, é importante ser um bom modelo para os filhos», diz.
Foto: Pixabay

Demora apenas um décimo de segundo para o cérebro reconhecer emoções transmitidas por vocalizações. Não importa se os sons não verbais são gritos de raiva, risos de felicidade ou gemidos de tristeza.
Alguns princípios

Todos nós vamos criando mentalmente um “mapa” da nossa realidade, do nosso mundo, que não é mais do que a forma como vemos o mundo em todas as suas vertentes. Por Sérgio Oliveira.
Recuperar do luto de um filho

A perda de um filho parece ser um trauma impossível de ultrapassar. Falamos com a psicóloga Catarina Lucas sobre o processo de luto e o regresso à vida depois da aceitação.
As emoções não deviam ser coisas

Trocar carícias e fazer amor são ações cientificamente impossíveis de realizar com robôs, porque dependem de uma intenção, de um sentimento. Por Nuno Cristiano de Sousa.
Sonhar acordado

É frequente quando temos uma qualquer ideia maravilhosa sobre um projeto igualmente maravilhoso sermos assolados por uma voz na nossa cabeça que costuma ter um sem fim de opiniões que nos querem fazer crer que nunca atingiremos o nosso objetivo. Por Sérgio Oliveira.